Revista Carta Premium

UNIVERSO QUE SE EXPANDE: cervejas tipo caipirinha, pingado, espumante, lembrando gim tônica ou com bonsai de ingrediente! Selecionamos 100 novidades dos últimos meses

UNIVERSO QUE SE EXPANDE: cervejas tipo caipirinha, pingado, espumante, lembrando gim tônica ou com bonsai de ingrediente! Selecionamos 100 novidades dos últimos meses

UNIVERSO QUE SE EXPANDE: cervejas tipo caipirinha, pingado, espumante, lembrando gim tônica ou com bonsai de ingrediente! Selecionamos 100 novidades dos últimos meses
setembro 26
18:47 2017

Acompanhando o mercado de bebidas especiais no Brasil, são tantos os lançamentos que seria quase impossível fazer uma lista relacionando todos já realizados em 2017. Entretanto, adoramos os desafios, e realmente deixando o impossível de lado, fizemos um levantamento não de todos, claro, mas de 100 novidades cervejeiras apresentadas nos últimos meses, novidades inusitadas, novas cervejarias, receitas diferenciadas e lançamentos das melhores, mais premiadas e mais desejadas empresas brasileiras. Um adendo: sim, outras novidades podem ter ficado de fora da lista, ainda mais porque assim que demos o “Enter” para fazer o upload dessa reportagem, com certeza mais uma cervejaria deve ter apresentado novidades. Por isso, profissionais de A&B, cervejarias, distribuidores e sommeliers, fiquem à vontade para nos indicar mais rótulos recém-lançados! Sem mais delongas, segue a lista:

Linha Hemmer de cervejas

Lançamentos do 1 ao 7: Hemmer
Menos de um ano depois de lançar as suas seis  primeiras cervejas artesanais, a companhia centenária catarinense praticamente duplicou o número de rótulos  no seu portfólio, com mais sete lançamentos, nos  estilos: Dunkel, Münich Helles, Bock, Brown Ale  Chocolate, Oatmeal Stout, Australian Pale Ale e  American Double IPA. Mais em: http://www.hemmer.com.br

8 e 9: Avós Cervejaria Artesanal
Para celebrar a união com a Cervejaria Zalaz, a Avós  apresentou a Vó Zazá, uma India Black Lager, que une o aroma dos lúpulos Hallertau, com toque terroso e leve  frutado, Cascade, com amargor característico, toque  picante e levemente floral, e o Northern Brewerm, que  apresenta perfil terroso e resinoso. A outra novidade  é a Vó Joaquina, A Imortal, uma Double India Pale Lager com 8% ABV e 80 IBU, de cor âmbar, notas  cítricas que lembra frutas tropicais com toque herbal  provenientes dos lúpulos Citra e Simcoe. Mais em http://cervejaavos.com .

10 a 13: Cervejaria Paulistânia
A Cerveja Paulistânia, em parceria com ELA – formado  por um grupo de mulheres apaixonadas por cerveja e  criado para questionar o machismo no meio cervejeiro,  lançou ainda no primeiro semestre a sua American Wheat, uma Ale americana que leva trigo na receita e que ficou disponível no Eataly Brasil, na capital paulista, cuja cervejaria própria Paulistânia novas cervejasé administrada pela própria Paulistânia. Tem generosas doses dos lúpulos cítricos Citra e Amarillo, buscando uma  explosão de seus aromas. Outra novidade, essa com foco no inverno, foi uma receita especial para o Eataly com  adição de cacau.  Além disso, apresentou os novos rótulos da sua linha Craft. São elas:
– Paulistânia Pátio do Colégio: uma belgian Tripel que  homenageia o local de nascimento da cidade de São Paulo, uma cerveja com personalidade, de aromas e  sabores frutados, amargor suave e limpo dos lúpulos,  com adição de cardamomo que traz notas cítricas e  picantes. Boa companhia para carnes de porco, fondue  de queijo, risotos e massas ao molho pesto. De  coloração Ouro, tem teor alcoólico de 8% .
– Paulistânia Caminho das Índias, uma Session IPA que homenageia a expedição de Pedro Álvares Cabral ao  Brasil. Com 42 IBUs, leve e clara, com amargor limpo e  aroma cítrico, levemente floral e terroso da  especiaria açafrão da Índia, harmoniza bem com  petiscos em geral, hambúrgueres e carnes grelhadas.  Teor alcoólico de 4,2% ABV.
– Paulistânia Ipiranaga: uma Strong Wood Red Lager que  homenageia a Independência do Brasil. De coloração  avermelhada, traz a combinação perfeita de aromas e  sabores além das notas tostadas e caramelizadas dos  maltes, enobrecida pela madeira brasileira Amburana utilizada na sua maturação. Esta cerveja é ideal para acompanhar pratos robustos e picantes, queijos azuis e  maturados, além de sobremesas em geral. Informações em  www.paulistania.com.br .

14 a 17: Cervejaria Urbana
São sempre muitas:
– mais  uma versão de sua American Wheat Ale Boo!, dessa vez a Maracujá, com lúpulo americano, trigo e maracujá. Com  4,4% de  graduação alcoólica e 27 IBUs de amargor,  apresenta coloração dourada, um pouco turca. Mas o  Urbana Boo! Maracujágrande destaque é o aroma de maracujá que se destaca  muito, bem como no sabor, se, ser enjoativa
– relançamento da Antimatéria, uma Russian Imperial  Stout em parceria com a Cervejaria Júpiter. A versão  2017 tem 11,1% de teor alcoólico e 60 IBU.
– Jabronx, com o nome ”carinhoso” do bairro onde  nasce: o Jabaquara. Trata-se de uma New England Double  IPA, com uma carga bem alta de lúpulo (Citra, Mosaic e  Azacca), nenhum malte caramelo (apenas aveia e trigo),  água tratada com sais minerais e fermento Vermont da  Bio 4.
– Passado Negro, uma Imperial Smoked Porter, 10,8% ABV  e 60 IBUs, que se destaca pelas notas de chocolate,  café, defumado, além do álcool potente e bem inserido.
Informações na página da empresa no Facebook:  https://www.facebook.com/UrbanaCervejaria .

18: Crazy Rocker Cervejaria
Apresentou a sua Pink Fluid, uma Witbier produzida com  raspas de limão siciliano e hibiscus. Super-refrescante, Crazy Rocker cervejariacítrica, leve e de coloração rosada  proveniente da adição de hibiscus. Entre os ingredientes traz também semente de coentro, tem teor alcoólico de 5,2%, sendo fornecida em garrafas de 500 ml. A Crazy Rocker Cervejaria foi criada em Campinas,  interior de São Paulo, com o propósito de oferecer ao  mercado brasileiro cervejas de alta qualidade e muita personalidade, unindo a cerveja, o rock’n’roll e a comunicação. Saiba mais em www.crazyrocker.com.br .

19: Praya
Apesar do produto já fazer parte da linha da empresa, tornou-se novidade em terras paulistas: a cervejaria  carioca desembarcou seus produtos recentemente em  Sampa, com destaque para sua Witbier, com a leveza da  Pilsen e o sabor do trigo. Do tipo puro malte, não  contém milho ou cereais na sua produção, apresenta  teor alcoólico de 5,3% e 13 de IBU. Saiba mais em www.cervejapraya.com

20 a 23: Cervejaria Campinas
Outra cerveja que também adentrou ao maior mercado gastronômico do País é a Forasteira, seu rótulo  especial e premiado em 2017. Tem em destaque versões como a Forasteira American Lager, que foi inspirada em  um personagem chamado Cory Coen, um cowboy que nasceu nos Estados Unidos em meados dos século XIX. A base do  estilo é uma Czech Premium Pale Lager, o que seria a tradicional Pilsen fabricada na República Tcheca, mas com um lúpulo americano chamado Citra, que confere  aroma cítrico e amargor na medida certa, remetendo a  frutas como manga, melão e até pêssego. Sugestão de  harmonização: camarão, caranguejo, lula frita, ostras, salames, e filé de frango. Também estão disponíveis as  versões Amber Ale, Wheat e IPA. Informações: www.cervejariacampinas.com.br

24 a 27: Cervejaria Everbrew
Com pouquíssimo tempo de mercado, porém já com várias legiões de fãs, tem rótulos novos como a EverIPA, uma  Lançamento EverbrewAmerican IPA de maior amargor e com lúpulos adicionados em todas as etapas da produção, e a  EverBlack, uma cerveja do tipo Black IPA com notas torradas, de café e uma carga de sabores cítricos de  diversos lúpulos. Recentemente apresentou o segundo exemplar da sua linha Juicy, a Evermaine, com lúpulo Citra, levedura Conan, teor alcoólico de 7,4%  e IBU  de 60; e também a Evermass, a mais recente, uma Double NE IPA com Cryo Hop de Simcoe e os lúpulos EL Dorado + Amarillo. Acompanhe a página da empresa https://www.facebook.com/cervejariaeverbrew .

28 a 31: Juan Caloto
A cervejaria apresentou um novo lote da sua Wild West  IPA, cuja base foi 100% de Malte Pale Ale. Com 6,5%  ABV e um visual sensacional, tem uma espuma de boa  formação e persistência média. É uma cerveja muito aromática. Outro destaque da empresa é a Mi Nombre és Vinganza, uma NE IPA assemelhada a uma Sour. No seu aroma predomina maracujá, manga, abacaxi entre outras  frutas tropicais. Levemente ácida, porém muito fácil  de beber, pode ser comparado a um suco de maracujá sem  açúcar. Tem 8,6% de álcool. Também apresentou a El  Xerife Quer Hablar Con Usted, uma Double IPA com 77 IBU e 8,2% de álcool, e a Cryo Operation, uma New England IPA com 7% Abv e 65 Ibus, feita em parceria  com a cervejaria portuguesa Postscriptum  e também com  a Heróica do Brasil. Mais em  https://www.facebook.com/JuanCaloto .

32: Kalango
Apresentou há poucos meses a sua Kalango Cacau Stout (Amazônia), com 4,7% de teor alcoólico e IBU de 30. De  cor preta e boa formação de espuma, aromática, remete à chocolate amargo. Tem ainda agradável cremosidade.  Essa Dry-Stout, inspirada nas Stouts irlandesas, porém mais encorpada e mais redonda ao paladar, traz ao final de cada gole aquele sabor intenso dos grãos torrados de cacau nativo da Amazônia, bem como notas  adocicadas de baunilha. Veja mais na página da  empresa: https://www.facebook.com/KalangoCervejaria

Evita da Wals

33 a 35: Wäls
Apresentou a quarta edição da Barleywine safrada,  parceria da empresa com o EAP Empório Alto dos  Pinheiros, com os lúpulos Polaris, Amarillo e Hallertau Blanc, 11,5% ABV, 80 IBUs. Cerveja do tipo  “de guarda” e diferenciada, remete a vinho, uvas  brancas, álcool e caramelo. Possui alto teor  alcoólico, de 11,5%, corpo licoroso, e amargor  pronunciado. Outra novidade foi a Wäls Evita,  produzida com o método Charmat (usado nos espumantes)  e levedura Mystery Ale. Aproxima-se do vinho branco e champagne (sem usar uvas), com composto aromático  misterioso que proporciona aromas surpreendentes; com  notas de maracujá e lichia. Também foi apresentada a  Wäls Session Haze, a nova Session Ipa, feita com a  levedura Vermont. Acesse o site e confira a linha completa de produtos: http://www.wals.com.br e veja também onde encontrar.

36 a 38: Bersi Bier
Com apenas pouco mais de uma ano de  existência, a Bersi Bier é uma novidade do mercado,  uma cervejaria Bersi Bier iustrativafundada na cidade de Jundiaí, SP, em próxima da capital paulista. Além  de utilizar ingredientes especialmente selecionados,  busca agregar em cada uma das receitas aromas  deliciosos, sabores inconfundíveis e o mais puro  frescor. Na linha da empresa, a novidade recém- apresentada foi a HopFellas, uma cerveja que leva o  conceito America IPA ao extremo. Forte e intensa, com  amargor marcante porém equilibrado, traz todo o  frescor dos lúpulos americanos e australianos,  oferecendo sabores e aromas incríveis. Apresenta 6,6%  de teor alcoólico e 55 IBUs. Harmoniza bem com  hambúrguer de carne bovina, comida mexicana e queijos  azuis. A Volúpia, um Belgian Strong Golden Ale, ganhou novo rótulo também recentemente. Com aroma frutado, coloração dourada, é levemente apimentada, e tem amargor e carbonatação na medida para os paladares mais exigente. Vale destacar ainda  a Cadillac Ranch, uma cerveja que incorpora o verdadeiro espírito americano. Com coloração acobreada, médio amargor e sabores cítricos marcantes,  ela traz em sua essência toda a inspiração da Rota 66,  garantindo a tradição do estilo APA. Mais informações em http://www.bersibier.com.br .

39: Mea Culpa
Unindo-se à Avareza (American Lager),  Preguiça (Witbier com camomila e Sorachi Ace), Gula (Golden Ale), Vaidade (American Pale Ale), Ira (Imperial IPA) e Luxúria (Imperial Stout) – muitas com premiações em importantes concursos -, a Inveja  foi uma das novidades da empresa. É uma American Sour que segue a linha de uma juicy sour, azedinha e com  muito sabor e aroma de lúpulo. Fundada em 2015, a  Cervejaria Mea Culpa tem uma linha de produtos artesanais cheios de personalidade. A fábrica fica em Cotia, bem próxima à capital paulista. Visite o site  da empresa: www.cervejameaculpa.com.br

Cervejaria Tábuas ilutrativa nova

40 e 41: Cervejaria Tábuas
A região de Campinas e cidades circunvizinhas está se  tornando realmente um atrativo polo cervejeiro. Criada por cervejeiros caseiros, loucos por cervejas  que surpreendem com muito sabor, malte e lúpulo, a Cervejaria Tábuas lançou recentemente a Seiva Double Stout. Com 7,6% de teor alcoólico, é uma bem escura e  intensa. Foi feita para entregar bastante sabor dos  maltes caramelizados e torrados, lembrando café e chocolate, com um corpo macio e amargor moderado.  Outra novidade recém-apresentada foi a Flora, uma Saison, leve, refrescante e ao mesmo tempo com complexidade, versão do clássico estilo belga. O fermento belga é o responsável pelos sabor específico e pelo Projeto Brasii - novidadesaroma frutado. A Flora Saison é uma cerveja clara, leve e produzida com maltes pilsen e espelta, e trigo não maltado. Mais em www.cervejariatabuas.com.br  .

42 e 43: Projeto Brasii
O projeto, cujo nome significa malte em latim e  pretende apresentar rótulos exclusivos para  harmonização, lançou sua segunda e terceira cervejas.  Com malte produzido especialmente pela Maltes  Catarinense, a cerveja Brasii Rollmops é estilo Lichtenhainer, criada para harmonizar com a receita alemã de filé de sardinha defumado com conserva de cebola marinada em vinho Riesling, o Rollmops, que dá  nome a esta edição. Já a terceira cerveja, também  apresentada em 2017, é a foi feita em parceria com a americana Against The Grain, com ingredientes que  harmonizam com a famosa receita de frango frito do  Kentucky. É uma amber ale, que leva ingredientes como  tomilho, limão e pimenta caiena estão na composição. O idealizador do Brasii é o chef e beer sommelier Allan  Cunha, um apaixonado pelo mundo das cervejas artesanais e que já teve a oportunidade de visitar  quase 40 países. A metodologia usada segue o princípio  de desconstrução dos pratos. Saiba mais em http://brasii.com .

44 e 45. Cervejaria Heróica
Com receitas bem diferenciadas e únicas, a Heróica é outra novidade bem interessante no mercado. Entre os  destaques da cervejaria está a Kamikaze IPA, que leva  broto de bonsai do pinheiro Kuromatsu na receita, com os perfumados lúpulos Centennial, Chinook e Amarillo, e a Supersonic Sourtonic, uma refrescante e leve sour  (cerveja ácida) com pepino e zimbro do bonsai junípero, inspirada nas cervejas Sahti, um estilo centenário nórdico que leva aveia, centeio e utilizava  os galhos do pé de zimbro como filtro, pegando o sabor  do fruto. O aroma lembra gim tônica, já que a planta é o ingrediente principal da infusão do gim.  https://www.facebook.com/cervejariaheroica .

Cervejaria Borogodó

46 a 48: Borogodó
Recentemente apresentada aos apreciadores cervejeiros,  a Borogodó aposta em ingredientes bem selecionados. Na  linha, três rótulos excepcionais:
– Bohemian Pilsener: leve e ótima para os dias mais  quentes, com ABV de 4,6% e IBU 35;
– American IPA: amargor característico e aroma de  frutas tropicais, com ABV de 5,8% e IBU de 54.
– E.S.B.: sabor marcante que equilibra o amargor do  úpulo com o dulçor e complexidade do malte,com ABV de:  5,2% e IBU de 40.
Mais sobre a cervejaria em:  http://www.cervejariaborogodo.com.br .

49: Cervejaria Berghain
Apresentou sua American IPA, com 6,2% de teor  alcoólico e 55 IBUS (Dry Hopping de Centennial e  Simcoe). A Hocus Poucs nova mooncervejaria de Timbó, SC, também tem entre  seus destaques a Berghain Bitter, com baixo teor alcoólico (apenas 3,9%). Acompanhe a página da empresa em https://www.facebook.com/www.berghaincervejaria.com.br  . Aos viajantes cervejeiros, a cervejeira tem um ótimo  espaço para degustação.

50 a 52: Hocus Pocus
A empresa apresentou ao mercado a Moonrock, uma NE Double IPA com muito lúpulo Simcoe em forma de extrato, flores e lupulina. Outra novidade apresentada pela empresa nos últimos meses foi a Walking Life Hocus Pocus, uma Russian Imperial Stout. Com 9,5% de álcool,  ela leva em sua receita aveia e cacau, apresentando um aroma e sabor bem fortes de chocolate e da torra dos  maltes, lembrando uma sobremesa. Vale ainda destacar a Red Potion uma Berliner Weisse, com adição de  framboesas, amoras e morangos, e 4,3% ABV. Na página da empresa no Facebook há postagens sobre todos os lançamentos:  https://www.facebook.com/cervejariahocuspocus .

53: Votus
De Diadema, no chamado ABCD paulista, apresentou A  Votus Nº014 New England IPA, uma IPA bem cremosa e com  muito aroma e sabor de lúpulo. Com teor alcoólico de  7,0% e IBU de 52, harmoniza muito bem com queijos  azuis, curry e pratos apimentados. É uma cerveja de  visual bem turvo, assemelhando-se a cervejas de trigo alemãs (Heffeweizen), de corpo aveludado e cremoso,  com deliciosos aromas tropicais, picantes, cítricos e florais mas com um pequeno toque de amargor, o suficiente para sentir o sabor e aroma dos lúpulos a  cada gole. Conheça toda a linha em http://www.cervejavotus.com.br .

Cervejaria Cratera - ilutrando

54 e 55: Cervejaria Cratera
Entre as novidades está a Capivari-Monos, uma Bourbon Imperial Stout. Nascida recentemente, a Cratera também  tem na linha a APA Bororé-Colônia, uma American Pale  Ale de coloração dourado claro, corpo médio e lupulagem moderada, compondo uma cerveja equilibrada e  de alto drinkability. Os lúpulos de origem americana  impõem aromas cítricos e florais, trazendo a sensação  de refrescância, acentuado por um dryhop. Excelente cerveja para acompanhar churrascos e hambúrgueres. O  nome da cerveja é uma homenagem a Área de Preservação  Ambiental UnilandBororé-Colônia, existente no extremo sul da  região de São Paulo, de onde se originou o conceito da  cervejaria.A Cratera foi criada pela combinação de  paixão por cervejas especiais, exploração de novos  sabores e aventura gustativa. O nome veio de uma  alusão à “Cratera da Colônia”, local de impacto de um  meteoro com 3,6 km de diâmetro, um dos 40 maiores do planeta, situado no extremo sul da cidade de São  Paulo. Informações:  https://www.cervejariacratera.com.br/home

56 a 60: Uniland
A importadora trouxe para o Brasil rótulos especiais  da 3 Daughters Brewing, cervejaria de St. Petersburg,  na Flórida, EUA, que já se tornou a maior d e sua  região. São 5 rótulos em lata de 355ml:
– 3 Daughters Bimini Twist IPA: não-filtrada,  acobreada com aroma cítrico intenso e sabor de lúpulo  floral equilibrado de malte doce. O aftertaste de  lúpulo é persistente e limpo. IBU de 82 e ABV de 7%
– 3 Daughters Awake Cofee Blonde Ale: com sabor  intenso do café, é uma cerveja refrescante, maltada e  de cor dourada. IBU 23; ABV 5%.
– 3 Daughters ST. Pete Beach Blonde Ale: refrescante e  brilhante, tem um sabor único com uma quantidade  perfeita de lúpulo cítrico para equilibrar o dulçor do  malte. IBU; 24; ABV 5%.
– 3 Daughters Rod Bender Red Ale: uma American Amber  Ale, com sabores intensos, leve amargor e um suave  equilíbrio do malte torrado. IBU de 23 e ABV de 5,9%
– 3 Daughters Stern Line Oatmeal Stout: corpo denso,  cremoso e aveludado com um final seco. A aveia aumenta  a consistência da cerveja deixando-a encorpada. Essa  combinação de café torrado, chocolate meio amargo e  flocos de aveia torrados, provoca um sabor profundo. Acompanhe mais novidades na página da Uniland:  https://www.facebook.com/importadora.uniland/.

61 a 67: Cervejaria Dádiva
Quem acompanha a paulista Dádiva sabe que a inovação está nos ingredientes principais da empresa. E foram  muitas as novidades apresentadas nos últimos meses:
– Saison Printemps 2017: uma Saison com pêssego e refermentada em garrafa de 375ml com Brettanomyces  Bruxellensis.
– Lucid Dream #2, a nova versão da NE APA, colaborativa ente a Cervejaria Dádiva e a Suricato Ales.
– Spot: colaborativa entre a Cervejaria Dádiva e a  Realli Insumos Cervejeiros, uma New England IPA com Cryo Hops, com 5,6% ABV e 45 IBU. É uma IPA leve e  aromática, trazendo toda a qualidade de insumos  especiais desta parceria.
– Dádiva EAP Blueberry Imperial Porter: uma Imperial  Porter com blueberry, nibs de cacau e 10,3% ABV, em  lata de 473 ml e chope.

Novidade Dadiva Odonata
– Dádiva Odonata #4: um experimento em parceria com o  especiaoista em bebidas Cesar Adames, uma Russian  Imperial Stout feita com adição de malte defumado em  folhas de tabaco e envelhecida em barrica de carvalho  com rum.
– Dádiva Odonata #5: um experimento em parceria com  Mauricio Porto, envelhecida em barricas de Single Malt  Scotch, que une o sabor adocicado da baunilha e a  madeira provenientes das barricas, com notas de  chocolate e café da própria cerveja
– Dádiva Odonata #6: um experimento em parceria com  Dinah Paula, é uma cerveja envelhecida por 3 meses em  barricas de carvalho francês utilizados anteriormente  pela cachaçaria, o que imprimiu sabores e aromas  únicos de baunilha na sua produção. Acompanhe a página da empresa no Facebook para conhecer estas e muitas outras novidades:  https://www.facebook.com/cervejariadadiva/

68: Trilha Cervejaria
Nascida da vontade de 4 amigos em criar cervejas fora  do comum, a Trilha lançou sua primeira versão em  garrafa, feita em parceria com a Dádiva: é a Status  Quo, uma Barleywine com 12,5% de muita personalidade.  Ela pode ser encontrada nas cidades de Santos, São  Paulo, São Caetano e Cascavel. Na página da empresa no  Facebook há mais informações sobre as cervejas que  fazem parte da linha:  https://www.facebook.com/trilhacervejaria .

Lawless Mafiosa

69 a 71: Mafiosa Cervejaria
As novidades da Cervejaria Mafiosa são as cervejas  Lawless Pre Prohibition Porter e a Lawless Pre  Prohibition Lager, inspiradas nas receitas realizadas  nos Estados Unidos durante a Era da Lei Seca. A  primeira leva 10% de flocos de milho em sua receita,  lúpulo Cluster, variedade mais antiga nos EUA, e foi  fermentada utilizando leveduras de baixa fermentação.  Com 5,9% de graduação alcoólica e 24 IBUs, é uma  cerveja leve, com alto drinkability, notas de chocolate  e frutas secas no aroma e sabor de malte lembrando  caramelo e chocolate meio amargo. Harmoniza muito bem  com carnes de porco, sobremesas com chocolate,  defumados e embutidos, queijos amarelos. Já a Lawless  – Pre-Prohibition Lager também leva 10% de flocos de  milho em sua receita e, além do tradicional lúpulo  Cluster, muito usada na época, o Mt Hood, descendente  dos lúpulos de Hallertau. Com 5,5% de graduação  alcoólica e 38 IBUs, é uma lager clara e refrescante,  com um amargor bem presente o lúpulo balanceando a  doçura dos grãos. Harmoniza muito bem com comidinhas  de boteco, aves, peixes e frutos do mar. Vai bem  também com comidas apimentadas e queijos brancos  maturados. Vale ainda destacar uma lançamento da  Mafiosa a três mãos: a TripelBock 28, produzida para a  comemoração da parceria da cervejaria com a Dádiva e a  Avós, uma cerveja com levedura Lager e base Bock, e  intensidade, que vai além de uma DoppelBock, com teor  alcoólico de 12,9%. Informações tanto no site  http://mafiosacervejaria.com.br quanto na página da  empresa no Dogma EnigmaFacebook:  https://www.facebook.com/mafiosacervejaria.

72 a 79: Cervejaria Dogma
Apresentou diversos novos rótulos:
– Lupulin: uma New England APA produzida para Tasting  Room, com 4,5% de teor alcoólico;
– Cerveja Guava: colaborativa com a Cervejaria Hocus  Pocus, uma IPA com goiaba, frutada, equilibrada com  teor de 7%;
– Cerveja Boreas: uma IPA com Cryo Hops. Uma IPA com a  intensidade dos lúpulos Citra, Simcoe e Mosaic  concentrados pelo processo de criogenia, com 6,9% de  teor alcoólico;
– a Enigma Lover, S.Passion Lover (Southern Passion) e  Lover #1: as duas primeiras são variedades de lúpulo,  enquanto a Lover #1 é uma combinação de cinco lúpulos  que já foram protagonistas de outros rótulos da serie.  As novidades seguem o estilo Imperial IPA, têm teor  alcoólico de 8,7% e IBU de 80;
– Dogma Simcoe Lover: sem maltes caramelos em sua  composição e com uma carga de 20G/L de lúpulo, uma IPA  de 8,7% ABV e 80 IBU;
– Back to Basics, uma West Coast IPA, resinosa,  frutada, seca e com amargor marcante, com 7,8% ABV e  58 IBU. Mais em  https://www.facebook.com/cervejariadogma/ .

80: Hop Flyers
Apresentada ao mercado em maio desse ano, a cervejaria cigana de Piracicaba, no interior paulista, tem na linha a Free Fly, uma American IPA, com 6,3% e 66 IBU,  muito aromática, cítrica e com amargor e refrescância  na medida; resultado de um single hop de Mosaic,  lúpulo americano, e, muito, mas muito dry hopping.  Conheça mais sobre a Schornstein limitada cacaucervejaria em https://www.facebook.com/cervejariahopflyers/

81: Falke Bier
Como novidade na linha, a Peregrinus APA, que resulta  com a combinação dos lúpulos Mosaic e Equinox e 5g/L  de Dry Hopping. Bem leve e refrescante, é aromática e  aromática e de alto drinkability. Tem ABV de 5,4% e  IBU 34. Fundada em 2004, a Falke Bier é uma cervejaria  familiar, que nasceu da iniciativa dos irmãos e empreendedores Marco Antonio, Juliana e Ronaldo Falcone. Saiba mais em  http://www.falkebier.com/

82 a 84: Schornstein
Além de lançar uma edição exclusiva de uma Bock com  chocolate no Festival Gastronômico de Pomerode (SC),  também apresentou em 2017 a Schornstein Soul, uma  American Lite Lager  (cerveja mais leve), com aroma  sutil de malte, de cor clara e colarinho branco e  espumante, índice de amargor baixo (8,5 IBUs) e teor alcoólico também (3,4%), e a Schornstein Imperial IPA,  com um aroma intenso de lúpulos americanos e ingleses,  graças ao processo de dry hopping. A cor avermelhada  antecipa o sabor forte e complexo. Essa última tem 80  IBUs e 8,4% de teor alcoólico. Mais em:  www.schornstein.com.br .

 

85 a 87: Cervejaria Leopoldina
Elaborada na região sul  do País e batizada em homenagem à imperatriz do  Brasil, que conquistou o coração de Dom Pedro I, a  Cervejaria do Grupo Valduga apresentou três novos  rótulos: Bohemian Pilsner, Red Ale e Session Pale Ale. A Leopoldina Session Pale Ale, produzida com maltes  especiais e lúpulo europeu, apresenta características  de aromas e sabores frutados, além de muita  refrescância. Com uma textura cremosa, é ideal para  ser apreciada em temperaturas mais amenas e é uma  bebida ideal para quem gosta de se aventurar em  sabores mais amargos.

12-leopoldina
Harmoniza com saladas, queijos  leves e peixes. Já a Leopoldina Bohemian Pilsner, mais  leve e com muito frescor. Do tipo pale Lager, de baixa  fermentação e com uma bela coloração amarelo dourado.   Seu aroma refrescante apresenta toques florais e sua  textura leve oferece uma degustação prazerosa para os  fãs de cervejas menos encorpadas. Acompanha bem  embutidos e canapés diversos. A Red Ale chega para  complementar a linha de cervejas especiais e é  elaborada com um blend de maltes especiais e lúpulos  do tipo East Kent Golding, tradicional da Inglaterra,  país pioneiro desse tipo de cerveja. Uma cerveja de  alta fermentação, com coloração avermelhada, a Red Ale  se destaca pelas intensas notas maltadas e de toffee.  Harmoniza com carnes vermelhas, massas, embutidos e  queijos curados. Veja a linha completa na página da  empresa: https://www.facebook.com/cervejarialeopoldina/

88: Cervejaria Lund
De Ribeirão Preto, apresentou um novo lote da sua  sazonal de inverno, a Lund Holz. Produzida no estilo  English Barleywine é fruto de uma parceria com a  portuguesa Post Scriptum Brewery, da cidade e Trofa,  localizada no 13-lund holzdistrito de Porto. O rótulo traz em sua  composição seis tipos de malte (Pilsen, Munich II,  Melanoidina, Carahell, Carafa III e Carapils), chips  de carvalho, uísque e uva passa em brassagem inédita  entre os cervejeiros Evandro Zanini, da Cervejaria  Lund, e Pedro Sousa, da Post Scriptum, realizada na  fábrica de Ribeirão Preto em março deste ano. A  cerveja de guarda foi maturada por três meses e  apresenta corpo médio para alto, aroma com nuances de  madeira, em cor marrom escuro, espuma bege claro e boa  percepção de tosta de malte e álcool em evidência,  ideal para ser degustada na estação com um cordeiro  assado, faisão, porções condimentadas, massas com  molho vermelho e sobremesas à base de chocolate  amargo. Com edição limitada a 1200 litros, a  colaborativa será disponibilizada aos Estados de São  Paulo (Capital, Interior e Vale), Rio de Janeiro,  Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina e Brasília,  em versão chope e garrafa de 600 ml. saiba mais em:  www.cervejarialund.com.br

89: Cervejaria Treze
Acaba de apresentar ao mercado a Caipirinha Sour, trazendo as principais características sensoriais da tradicional  bebida brasileira. Refrescante, apresenta o cítrico do limão Tahiti e o sabor do álcool perfeitamente equilibrado com a cachaça, além da acidez e dulçor esperado em qualquer boa Caipirinha. Com 7% de álcool e feita sem pasteurização, foi produzida em parceria com a Cervejaria Dádiva. Pode ser classificada como American Sour ou Wild Ale por conta da predominância ácida no paladar. O sabor de limão da cerveja será através do dry Hopping com os lúpulos Lemon Drop, Sorachi Ace, Citra e Centennial e cascas de limão Tahiti. A fermentação com Brettanomyces também ajuda na secura da cerveja.
Saiba mais em: https://www.facebook.com/cervejariatreze/

90 a 93: Way Beer
Acaba de lançar a cerveja Pingado, disponível em chope e latas de 473ml não pasteurizadas. Um dos grandes destaques da Pingado, uma cerveja do estilo Hazy Brown Ale que apresenta 5,2% de teor alcoólico e 18,8 de IBU, fica Way Pingadopor conta da utilização do café Acaiá Vermelho, produzido pela Franck’s Ultra Coffee. Os grãos foram maturados em barris de cachaça da Cachaçaria Porto Moretes. A cerveja recebeu, também, a adição de lactose, açúcar presente no leite. Por não ser consumida pelas leveduras que fermentam a cerveja, a lactose trouxe corpo para a bebida, além de um pequeno dulçor e a sensação da presença do leite. Querendo proporcionar uma experiência única para os consumidores, a Way Beer pensou, até mesmo, em uma forma nova e curiosa para servir a cerveja. Seguindo dicas de baristas e mestres cervejeiros, a Pingado pode ser finalizada com uma camada de leite vaporizado sobre a cerveja, mescla que resulta em uma combinação perfeita e com sabores bem brasileiros.
A cervejaria lançou ainda as:
– Against The Cacau, é uma cerveja desenvolvida pela Way Beer em parceria com a cervejaria americana Against The Grain, da cidade de Louisville. Sazonal, uma Brown Ale que apresenta 6,2% de teor alcoólico e 19,3 de IBU, leva em sua composição pokan e cacau.
– Tropical Gose, que apresenta 3,9% de teor alcoólico e 4,5 de IBU, uma cerveja extremamente refrescante e ideal para ser consumida durantes as estações mais quentes do ano. A bebida, que segue o estilo Gose e traz em sua composição um mix de frutas brasileiras: abacaxi, maracujá, manga e acerola.
– Dubbel Funky: lançada em parceria com a Wäls é uma cerveja forte escura com 7,6 % de teor alcoólico e 31 IBUs (Unidade de Amargor), que passa por três anos de fermentação na garrafa. O rótulo é fruto da união da premiada Dubbel, produzida pela Wäls, com uma dose Funky da Way, caracterizada pela presença das leveduras Brettanomyces, chamadas normalmente de leveduras selvagens pois seu habitat natural são as cascas de frutas e madeira.
Acompanhe a página da empresa e saiba mais: https://www.facebook.com/waybeer/ .

94 a 96: Cervejaria Austen
Cervejaria artesanal independente com infraestrutura capaz de produzir até 200 mil litros de cerveja por mês, a Austen é outra novidade no mercado. Na linha estão três opções: Pilsen, Amber Lager e American IPA.
O nome da cervejaria nasceu em homenagem à Jane Austen (1775-1817), uma escritora inglesa, considerada uma das SCHATZ_alquimipa-simuladamaiores romancistas da literatura inglesas do século XIX. A cerveja de sua preferência, era a cerveja de abacaxi, preparada com os botões de uma abeto, que produzia sabores de citros e pinheiros.
Mais informações em https://www.facebook.com/cervejaausten  .

97: Petronius Beverages
De Caxias do Sul, lançou a Schatz AlquimIPA, com aromas naturais do lúpulo e do zimbro. A receita da nova cerveja teve como inspiração o Steinheager, tradicionalmente bebido com cerveja, e desenvolvido na Alemanha no século 15. A base desta bebida é o zimbro e que agora está na Schatz AlquimIPA. Tem corpo leve e traz um grande equilíbrio entre o amargor e a graduação alcoólica. A cerveja possui alta fermentação, seguindo a escola americana, e busca a prevalência de aromas cítricos e resinosos. Com amargor de 60 IBU, apresenta teor alcoólico de 7%. Mais detalhes em: http://www.petroniusbev.com.br/bev/

98: Backer
Seu mais novo rótulo é a a Black IPA do Cerrado, uma cerveja de cor escura, com paladar mais seco e intenso aroma de lúpulos americanos. Mas sua inusitabilidade está no uso dos deliciosos ingredientes do Cerrado mineiro como castanha de Baru, pequi, araticum e canela sassafrás. É uma mistura inusitada de sabores e aromas oriundos das castanhas de Baru, com todos seus aspectos nutricionais e funcionais, com o aroma inconfundível do pequi, o sabor raro e peculiar do araticum, harmonizando com a picante refrescância indescritível da canela sassafrás.
Veja mais em: https://www.facebook.com/CervejariaBacker/

99: Landel
Apresentou a sua Maria jandira, uma Saison com hibisco, uma receita de origem franco-belga, da categoria farmhouse ale, de alta fermentação, frutada, com aromas picantes e intensos, bem seca ao paladar. A presença do hibisco traz uma acidez delicada, deixando a cerveja refrescante e com uma tonalidade rósea, já o anis estrelado produz notas de especiarias, levemente doce e ao mesmo tempo picante. Uma cerveja gostosa, fácil de beber e com 6,5% de teor alcoólico. Seu nome de batismo é uma homenagem a uma figura icônica da cidade de Campinas. Maria Antídoto pepperJandira, uma jovem prostituta que, nos anos 30, deu cabo da própria vida em razão de grande desilusão amorosa, provocando enorme comoção popular. Seu túmulo, situado no número 298, quadra 28 do Cemitério da Saudade é, ainda hoje, visitado por milhares de pessoas todos os anos, gente que também teve desilusões amorosas e que têm na finada uma espécie de milagreira. Mais novidades em: https://www.facebook.com/cervejarialandel/ .

100: Cervejaria Antídoto
Lançou a Antídoto Cherry & Pepper, que já nasceu premiada como a Medalha de Ouro no  Festival Brasileiro de Cerveja 2017, como Melhor Chilli Pepper Bier. É uma Imperial Stout com graduação alcoólica de 9%. Maturada com Cereja In Natura do tipo Sour Cherry e Pimenta Habanero Chocolate, apresenta a junção dos sabores e aromas de café e chocolate, que o próprio estilo fornece. Com a leve acidez da cerveja e a picância da pimenta, harmoniza com sobremesas de chocolate em geral (bolos, tortas, brownies, petit gateau), cheesecakes de frutas vermelhas, panna cotta, crème brulée e sorvetes. Mais informações em: https://www.facebook.com/cervejariaantidoto/

101: Krug Bier
A Submissão, uma Session IPA com tamarindo, foi uma das novidades da empresa nos últimos meses. É uma cerveja leve, com baixo teor alcoólico (3,9%), baixo conteúdo energético, baixo corpo, bem aromática, mas com alto drinkability (medido pela vontade de se tomar outro gole). O tamarindo foi adicionado à receita por suas propriedades terapêuticas e acidez. Seu grande diferencial é ser uma cerveja sem glúten (novidade no mercado artesanal brasileiro) e seu principal público-alvo são os celíacos e também as pessoas focadas na vibe fitness. Faz parte da linha Expressionista da empresa, que é complementada pelos rótulos Calúnia (American Pale Ale), Inocência (Tripel), Remorso (Russian Imperial Stout), Sarcasmo (ESB), Rancor (IPA) e Pretensão (Specialty Wood Age). Cada uma com características bem marcantes e personalidade forte. Mais informações em http://www.krug.com.br/ .

Reportagem da próxima edição

Essa longa e completa reportagem faz parte da nova edição da Carta Premium, prestes a ser publicada e que traz os lançamentos em mais detalhes, bebidas premiadas nos principais concursos nacionais e internacionais, enrevistas exclusivas e muita mais. Aguardem!!!

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

3 × dois =

Entre as mais premiadas no mundo

Destaque do Centro-Oeste para o mundo

De renome internacional

Na mais alta patente da qualidade

Premiada no Oscar da Cerveja Mundial

Impossível não ter na sua carta

Opção de excelência

Paulista multipremiada

Premiada cervejaria paulista

Pureza e suavidade desde 1932

Gim brasileiro de destaque mundial

Excelência do terroir gaúcho

Muita brasilidade, tradição e qualidade

Destilado Premiado e Cervejas Especiais

Entre as melhores cervejas brasileiras

Um toque a mais de excelência

Entre as mais premiadas do País

Maior encontro do destilado fino nacional

Maior evento de drinques do mundo em SP

O verdadeiro destilado ancestral brasileiro

Premiada na China, na Polônia …

Entre os melhores destilados do mundo

Companheira de todos os momentos

Simplesmente no topo das avaliações

Cerveja Brasileira Conquistando o Mundo

Linha excepcional

Espíritos especiais e brasileiros

Acesse na íntegra nossa última edição!