Revista Carta Premium

PAPO EM ALTA: Wit de cor azul? Cerveja tipo… marguerita? Com suco de framboesa ou goiabada? Melão? Com sementes amazônicas? Na semana do maior festival cervejeiro do País, o de Blumenau, listamos novidades de expositores e do mercado

PAPO EM ALTA: Wit de cor azul? Cerveja tipo… marguerita? Com suco de framboesa ou goiabada? Melão? Com sementes amazônicas? Na semana do maior festival cervejeiro do País, o de Blumenau, listamos novidades de expositores e do mercado

PAPO EM ALTA: Wit de cor azul? Cerveja tipo… marguerita? Com suco de framboesa ou goiabada? Melão? Com sementes amazônicas? Na semana do maior festival cervejeiro do País, o de Blumenau, listamos novidades de expositores e do mercado
março 05
19:01 2018

Primeiro grande evento do setor de bebidas no País em 2018, o Festival Brasileiro da Cerveja, que começa nesta quarta, dia 07, e se estende até sábado, dia 10, terá a sua maior edição do Concurso Brasileiro de Cervejas, cujo divulgação de premiação já será amanhã, dia 6!

Blumenau - alternativa

Neste ano, inscreveram-se 2.859 rótulos diferentes de cervejas brasileiras, um aumento de mais de 40% comparado ao ano passado, quando foram registradas 2.034 inscrições. O número recorde vai além da expectativa inicial da organização, que esperava 2.500 rótulos. O concurso é considerado o maior da América Latina e segundo maior de mundo em número de rótulos e faz parte da programação do Festival Brasileiro da Cerveja. Para este ano o número de cervejarias também aumentou consideravelmente. Passou de 332 em 2017 para 475 em 2018.

O Festival de Blumenau traz na verdade três eventos em paralelo: a feira, com expositores com novidades tecnológicos e para o serviço em bares, hotéis e restaurantes, o Concurso e o festival em si, aberto ao público geral.

Nós selecionamos alguns excelentes lançamentos dos últimos meses de cervejarias que estarão presentes no Festival e também de cervejarias referência no mercado. Confira a seguir:

Cervejaria Alles Blau: estreante no evento, a catarinensea Alles Blau apresentará destaques como a Witblau, uma Witbier especial, de coloração azul, além dos seus rótulos de linha, com os estilos Pilsen, Weiss, APA, IPA, Belgian Blonde Ale e Imperial Stout. Outra novidade que será lançada pela cervejaria é um aplicativo de realidade aumentada onde os usuários podem interagir com copos projetados virtualmente na tela através das bolachas da marca, além de fazer selfies com itens relacionados ao evento e à cerveja. No app também estão todas as informações dos rótulos. O consumidor pode selecionar o que quer beber e ver, na tela, o mapa para chegar até o ponto de venda mais próximo. O aplicativo já está disponível para Android e iOS. Também destaque da empresa serão equipamentos para “temperar” a cerveja na hora, aos olhos do consumidor. O Hopinator, uma tecnologia que permite infusionar a cerveja com sabores especiais no momento de servir. A máquina é conectada à chopeira e, antes de chegar ao copo, a bebida passa por especiarias que trazem novos sabores. Uma lager lupulada receberá duas diferentes opções por dia de evento, entre elas kiwi e abacaxi.

Alles Brau 2 growler

Hemmer: no mercado das cervejas artesanais há dois anos, a companhia centenária estará pela segunda vez, no Festival, dessa vez apresentado 10 rótulos que fazem parte da linha de cervejas na pressão e ainda quatro Hemmer-180302-Festival-Brasileiro-da-Cerveja-1exclusividades para a ocasião, novidades, em primeira mão para o público: Draft Lager, Oatmeal Stout Wood Aged Amburana, Henrich Strong Wood Aged Jequitibá Rosa e Angela Wit “Marguerita” (a Angela Wit com adição de manjericão fresco). Também será lançado um growler diferente, que une a trajetória centenária da companhia de alimentos com este novo setor: uma embalagem de um dos tradicionais molhos que poderá ser abastecida com chope.

Raiz Cervejaria Alternativa: nascida em 2018, a cervejaria acabou de apresentar ao mercado a Summer Breeze, uma Juicy American Pale Ale que combina maltes especiais, aveia e trigo conferem à cerveja a cor amarelo palha, turbidez e corpo aveludado. O blend de 4 leveduras distintas no processo de fermentação, aliadas ao duplo dry hop dos lúpulos Citra e Mosaic, e a adição de fruta, deram gosto e aroma que remetem a frutas amarelas, pera, melão e manga.

Juan Caloto: “Hey Gringo! What do You Want?” é o nome do novo rótulo da cervejaria, uma NE IPA, com 6,5% ABV e 61 IBU. Possui base de maltes que cria um corpo médio e muito aveludado, perfeito para cheirar e saborear todos os lúpulos adicionados no final da fervura, na fermentação e na maturação. Com levedura Vermont Ale e cryohops, visual turvo e pegada juicy.

Ashby: pioneira em introduzir no Brasil cervejas especiais através de uma microfábrica e que neste ano completa 25 anos de mercado e do lançamento da primeira Pale Ale nacional, a cervejaria paulista de Amparo apresentará no evento destaques como a Wheat Raspberry, uma Cerveja de trigo e suco de frutas com sabor framboesa; a Wheat Orange, outro de trigo com suco de frutas com sabor laranja, e a IPA Nirvana, com 2 tipos de malte e 4 tipos de lúpulo (com dry hopping).

Ashby Wheat Raspberry

Dádiva: a paulista Dádiva festejou mais uma parceria internacional, desta vez com a dinamarquesa Amager Bryghus, com quem desenvolveu de forma colaborativa uma RIS – Russian Imperial Stout em duas versões. É a uma Point of View, uma cerveja intensa, forte e escura, de coloração do marrom ao preto, que leva goiabada em Dadiva - Point of View - Goiaba e Coco sua receita, em versão com e sem adição de coco.  O novo rótulo traz notas de chocolate, cacau e bastante goiabada no aroma. De amargor médio a alto, o primeiro gole remete à pura goiabada, seguido por nuances de café, com um agradável sabor levemente tostado no final. Vale citar duas outras novidades apresentadas pela empresa em 2018:a Sudden Life e Moon Dance. A primeira é uma “colab” produzida pela cervejaria em parceria com a Realli Insumos Cervejeiros. É uma NE IPA com cevada de trigo, lúpulo de El Dorado e pó de lupulina Mosaic e Citra chamada Sudden Life. Com 5,6% de teor alcoólico e corpo extremamente aveludado, a Sudden Life tem sabores e aromas intensos. Já a Moon Dance é uma Gose, extremamente clara, leve e refrescante, com apenas 3,9% de álcool, que leva melão e lúpulo alemão Huell Melon em sua formulação. O novo rótulo tem o delicado sabor da fruta, com o toque condimentado do sal e da semente de coentro, o que resulta em uma cerveja ácida (pH de 3,2) e baixo amargor (5 IBU).

Caravan: começou 2018 com novos rótulos, nova identidade visual e também novo formato de garrafas. Uma das novidades é o formato long neck de 500 ml. Além disso, são dois novos na linha da empresa: a Ginger Pale Ale (altamente refrescante e aromática, com notas de gengibre, frutas tropicais e cítricas) e a West Coast Citrus IPA (bem lupulada e com 7,1% de teor alcoólico), sem esquecer das já conhecidas Summer Ale e West Coast Style IPA, que voltam ao mercado em lotes muito frescos.

Schornstein: em parceria com a Escola Superior de Cerveja e Malte, a cervejaria criou a Usina Schornstein, uma incubadora de cervejas, a primeira do País, que deverá lançar quatro rótulos experimentais criados por alunos ligados à instituição. As melhores receitas ficarão no portfólio e uma porcentagem dos resultados retorna para a Escola, para custear bolsas de estudo aos alunos. O primeiro estilo será uma Session IPA, mas as receitas já estão sendo avaliadas.

Dogma: depois de uma longa parceria comercial com a Barbearia Corleone, acaba de apresentar uma receita inédita inspirada totalmente no barber shop: a Razor Lover, uma West Coast IPA, com amargor intenso, aromas cítricos e florais. Com 6,5%, leva dry hopping de Citra, Chinook e Simcoe, destacanado-se pelo amargor intenso, afiado e com aromas cítricos, florais e resinosos.

Cervejaria Dogma

Dünn: a cervejaria mineira lançou a Dünn Mercado, uma homenagem ao Mercado Central de Belo Horizonte, um dos mais importantes pontos turísticos de Minas Gerais, e também à goiabada cascão, um dos doces que melhor representa as delícias do estado. É uma American Amber Ale, com 4,5% de teor alcoólico e está disponível em garrafas de 600 ml e também em chope. Não é uma cerveja doce; possui 30 de IBU (índice de amargor), sendo muito aromática e com amargor típico. Sua espuma é generosa, de coloração intensa e marcante. Ao tomá-la, a lembrança do doce se intensifica nas impressões e seu retrogosto dá uma sensação de amargor refrescante e satisfatório. A sugestão de harmonização é com um delicioso queijo mineiro, tornando a experiência complexa e muito interessante.

Molinarius: apresentou a sua Hopped Brain #1.0, uma Double IPA desenvolvida com cinco tipos de maltes, flocos Molinarius Hopped Brainde aveia e 17 gramas de lúpulo por litro. No blend de lúpulos foram utilizados Citra, Galaxy, Mosaic e Amarillo. Traz leveza, sabores e aromas frutados e cítricos e alta drinkability.

Backer: relançamentos também são importantíssimos, ainda mais em edições limitadíssimas. A Backer, uma das maiores referências no mercado, reapresentou no final do ano passado a Reserva do Proprietário, uma Old Ale que voltou em uma edição limitada e numerada. Agora disponível em garrafas de 600 ml e novo layout, passou por um processo de envelhecimento, desde 2016 em barris de carvalho, o que confere aromas similares aos encontrados por exemplo em vinhos do Porto. Possui complexo dulçor maltoso com ésteres frutados, notas viníferas de frutas secas e carameladas, teor alcoólico de 10,5% e IBU de 21.3. É uma cerveja que já acumula 6 prêmios e harmoniza com carnes saborosas e marcantes como as de Angus, cordeiro, faisão e perdiz, entre outras.

Reserva Backer

Suricato Ales: a empresa apresentou recentemente a  No Ecziste, uma West Coast Ipa, e a Vanity, uma Berliner Weisse com adição de acerola e pitanga, além da Goiabinha, uma gose (com adição de goiaba), bem leve, ácida, salgada e refrescante.

Cerveja Blumenau: apostando no estilo Berliner Weisse com adição de frutas e especiarias, a cervejaria que carrega no novo uma homenagemà “Capital Brasileira da Cerveja” foi uma das primeiras a lançar um rótulo do estilo com pêssego e agora traz para a linha uma nova versão, com maracujá: a Catharina Sour Maracujá. Com 4% de teor Blumenau Catharina Sour maracujáalcoólico e 2 IBUs, essa cerveja já nasce premiada levou a Medalha de Prata no Concurso Brasileiro da Cerveja em 2017 como experimental. Fundada em 2015, a marca nos dois primeiros anos já conquistou 17 medalhas em concursos nacionais e internacionais, além de dois prêmios institucionais. Outra novidade da empresa é a Urú Dark Lager, cujo nome homenageia uma antiga fábrica de torrefação chamada Café Urú, que funcionava no local onde hoje são produzidas as cervejas da marca.

Lohn Bier: a novidade da empresa catarinense foi a sua  Session IPA, uma cerveja com a força do lúpulo e que também chama a atenção pelo rótulo, desenhado pelo cartunista catarinense Ze Dassilva. De corpo médio e reconhecida força dos lúpulos, apesar de trazer um pouco menos de teor alcoólico e de amargor, os cinco lúpulos presentes – Magnum, Amarillo, Merkur, Mosaic e Dry Hopping Equinox – deixam sua forte impressão. Harmoniza com massas, saladas e petiscos salgados, por semelhança, e com sobremesas, por corte.

Cervejaria Verso: apresentou a Brett Saison,uma Farmhouse Ale leve e refrescante, com suave amargor, e alta complexidade de aroma e sabor trazida pela refermentação na garrafa com leveduras Brettanomyces. Além dos Verso Cervejariatípicos aromas rústicos trazidos por essa levedura, ela apresenta notas de frutas brancas e amarelas como abacaxi e pêssego e de especiarias.

Freaktion: mostrou a novidade da sua linha, a Lucia On Juice, uma Juicy Hop Weiss com 6,2% ABV, 30 IBU, 18 g/l Galaxy e Motueka, disponível em chope e lata de 473 ml.

- 5Elementos: apresentou a versão especial  Abyssal Coconut Edition com infusão de coco queimado. A Abyssal é uma American Imperial Stout escura e viscosa, complexa e agressiva, equilibrada e sedosa, aromática e reconfortante. Uma cerveja extrema, com 12% ABV.

Quatro Graus: em parceria cm a holandesa  holandesa Brouwerij de Molen, a cervejaria carioca apresentou as Cumaru & Cumaruboom, ma barleywine com 12% de teor alcoólico e com um uso expressivo de dois ingredientes bem brasileiros: favas de cumaru, uma semente da Amazônia, e pedaços de cumaru-nordestino, árvore também conhecida como amburana. O cumaru e amburana são bem perceptíveis e junto do caramelo lembram o aroma de rabanada, com uma complexidade cítrica e notas de eucalipto, deixando o conjunto muito interessante. Sabor adocicado, com muito caramelo, notas de baunilha e sensível canela. Corpo médio-alto com dulçor e álcool bem equilibrados.

Demonho: novidade que marca a estreia da cervejaria no mercado, a qual aposta em intenso sabor e aroma de lúpulo, a Hopkalypse é uma American Ipa de corpo marcante, final seco e aroma deliciosamente persistente. Com Demonho Cervejariateor alcoólico de 6,6% e 65 IBU. Traz um intenso perfil de lúpulos cítricos e frutados, além de um amargor seco, resultados das generosas quantidades dos lúpulos Citra, Galaxy, Mosaic e Amarillo.

Mater:  fundada em 7 de outubro de 2017, na cidade de Dois Irmãos, RS, a Cervejaria Mater surgiu do talento do mestre cervejeiro Rodrigo Borowski em produzir cervejas e do desejo de empreender dos sócios. Apresentou no mês passado seus rótulos disponíveis: Pale Ale, Unique Lager, Berliner Weisse e Session IPA. Informações detalhadas dos rotulos no site: http://cervejariamater.com .

 

 

Nossas duas últimas edições
Se não leu na íntegra, as duas últimas edições da Carta Premium trazem listas especiais de drinques e de bebidas premiadas. Confira clicando nas capas abaixo:

- 4a. Edição, com uma lista especial principalmente de destilados premiados nos principais concursos:

Carta Premium - capa 4a edição

- 5a. Edição, com uma lista especial principalmente de espumantes premiados nos principais concursos de 2017:

Capa - Quinta Edição

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

2 × 1 =

Cerveja para paladares exigentes?

LInha excepcional

Somente nos Melhores Bares

Para os melhores empreendimentos

Destilado único e especial

Harmoniza com a excelência

Cachaça paulistana?

Cerveja Premiada para sua Carta?

Requinte, Exclusividade, Alta Qualidade

Referência do Nordeste

Cervejaria de Excelência

Rótulos singulares

Entre os melhores do Brasil!

Nobreza Premiada

Vinhos aprovados por especialistas

Conheça e comprove a excelência

No lista TOP brasileira

Pronta para servir e conquistar

Uma geração de qualidade

Vinhos de primazia

Especialíssima

Padrão de qualidade

Entre as melhores mundiais

Não podem faltar na carta

Produtos mais do que especiais

Do interior paulista

Unicamente brasileira

Câmaras Frias Especiais