Revista Carta Premium

HARMONIZANDO EXCELÊNCIAS: espumantes e vinhos brasileiros recém-premiados na França e na Argentina e os vencedores do Prêmio Queijo Brasil

HARMONIZANDO EXCELÊNCIAS: espumantes e vinhos brasileiros recém-premiados na França e na Argentina e os vencedores do Prêmio Queijo Brasil

HARMONIZANDO EXCELÊNCIAS: espumantes e vinhos brasileiros recém-premiados na França e na Argentina e os vencedores do Prêmio Queijo Brasil
dezembro 07
23:15 2018

A chegada do fim de ano, com o maior consumo e maior índice de ocupação nas mesas dos bares e restaurantes, é momento também de reposição dos itens e de renovação da carta. Época especial para oferecer bebidas consagradas e novidades a fim de aguçar o interesse e os paladares. E os espumantes e vinhos estão entre os produtos mais tradicionais do período. Porém, que critérios usar para selecionar as melhores opções? Quais rótulos estão mais em alta? Quais tiveram mais premiações?

Antes de prosseguir, uma dica: nossa última edição trouxe como entrevistados especiais Diego Arrebola e Paulo Limarque, respectivamente primeiro e segundo colocados no Concurso Brasileiro de Sommeliers 2018. Ambos destacaram um panorama e tendências do mundo vinícola e dicas de como renovar a carta. Além disso, trouxemos as premiações e a lista completa dos vinhos premiados no  Catad’Or, Japan Wine Challenge, Muscats Du Monde, Grande Prova de Vinhos do Brasil, na  Avaliação Nacional de Vinhos, e no  o Top10 da ViniBraExpo (VBE). ACESSE AQUI na íntegra nossa última edição.

entrevista com diego arrebola

Voltando à nossa atualização das premiações recebidas… nas últimas semanas, dois concursos internacionais de muita tradição colocaram à prova excelentes espumantes e vinhos brasileiros, que mais uma vez consagraram a nossa qualidade e excelência para o mundo.

Essas últimas premiações recebidas ratificam um saldo muito positivo para o ano. Segundo dados da Associação Brasileira de Enologia (ABE) 2018 começou bem e termina melhor ainda para o setor. Avançamos bem no número de premiações internacionais recebidas, graças a uma excelente safra. Ao todo, por enquanto, foram 302 medalhas somente neste ano, um salto de 80% em relação ao ano passado que registrou 168 distinções. E o melhor, em países como a Argentina, Chile, China, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Suíça. É a terceira melhor performance já registrada, ficando atrás apenas de 2014 com 388 e 2016 com 338 distinções.

As últimas premiações

Uma das mais recentes foi o Effervescents du Monde, realizado em Dijon, na França. Em sua 15a. edição, o evento reúne anualmente produtores de mais de 20 países, que concorrem com mais de 600 rótulos, os quais passam pelo crivo de mais de 100 experts. O Brasil recebeu nada menos que 10 Medalhas, das quais três de Ouro e sete de Prata.

Saindo da Europa, e partindo para as avaliações na América do Sul, o Concurso Internacional de Vinos y Licores La Mujer Elige, em sua 22a. edição, trouxe nada menos que mais 50 medalhas para o País, entre elas nove de Ouro Duplo, além de 28 Ouros. O concurso reuniu 423 amostras de 17 países.

La Mujer Elige 2018

Entre nossos destaques e bons exemplos dessas premiações está a Vinícola Don Affonso, de Caixas do Sul, no RS. Fundada há mais de 35 anos, a empresa foca em vinhos de alta qualidade, obtidos a partir de vinhedos próprios. Na linha estão vinhos finos, de renome e qualidade internacional, vinhos de mesa que seguem a tradição dos imigrantes italianos, sucos de uva e mais recentemente cervejas artesanais.

No La Mujer Elige, a empresa recebeu a Medalha de Ouro Duplo com seu rótulo Don Affonso Distinto Mistela 2005. Pensando no final de ano, entre os destaques da empresa está o Espumante Don Affonso Brut Prosecco, de excelentes borbulhas finas e abundantes, com espuma e perlage persistentes e que traz aromas que lembram flores e frutas de polpa branca como maçã, pêssego e peras. É especial para ser servido no  happy hour de maneira informal. Ele acompanha muito bem petiscos e canapés de garde manger e também pode ser apreciado como base para diversos drinks e coquetéis.

Espumantes Vinícola Don Affonso

Informações completas sobre a empresa e a linha no site: https://donaffonso.com.br .

Já a paranaense Famiglia Zanloreni, no mercado desde 1942, recebeu a medalha de Ouro no Effervescents du Monde com o seu espumante Lunar Perfetto Rosé Brut. Com aromas de frutas vermelhas e um leve toque floral, esse espumante é criado a partir do Método Charmat com uvas das variedades Pinot Noir e Chardonnay. Possui paladar cremoso, refrescante e intenso. Fino e delicado, harmoniza perfeitamente com canapés, queijos, peixes e crustáceos.

Zanlorenzi MoscatelOutro destaque da empresa é o Lunar Perfetto Moscatel Rosé que mal foi lançado e já recebeu a Medalha de Prata no La Mujer Elige. “Trata-se de um produto que não é comum de ser encontrado no portfólio das vinícolas, o que reforça o caráter de inovação intrínseco à Famiglia Zanlorenzi”, explica a enóloga da companhia, Patricia Poggere.

Informações completas sobre a vinícola estão no site: http://famigliazanlorenzi.com.br .

 

Faça sua escolha

Para ajudar você a escolher as melhores opções listamos a seguir os rótulos premiados nestes dois concursos separados por produtor:

Armando Peterlongo (Peterlongo)
NOSSO DESTAQUE: Armando Teroldego 2016, Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige. Esse vinho traz uma grande expressão aromática, com aromas que vão desde as características da casta como frutas negras maduras, até notas bem pronunciadas de café e chocolate, com sutil toque defumado.
Outros recém-premiados da empresa:
– Peterlongo Espumante Brut Prosécco: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Peterlongo Espumante Extra Brut Privilege: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Peterlongo Espumante Rosé Brut Presence: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Armando Touriga Nacional 2016: Medalha de Prata no La Mujer Elige;

Aurora
Destaque: Aurora Reserva Chardonnay 2017, Medalha de Ouro no La Mujer Elige. Com aromas frutados equilibrados, lembrando maçã verde e abacaxi, acompanha muitos pratos, como Chilli, burritos, yakissoba (Massa chinesa), salada grega, bacalhau com vegetais, salmão e risoto de frutos do mar.
Outros premiados:
– Brazilian Soul Moscato:  Medalha de Prata no Effervescents du Monde;
– Aurora Espumante Brut Branco: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Aurora Reserva Merlot 2017: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Aurora Espumante Moscatel Branco:  Medalha de Prata no La Mujer Elige;
– Aurora Pequenas Partilhas Cabernet Franc 2017:  Medalha de Prata no La Mujer Elige;

CampestreCampestre
Destaque: Zanotto Espumante Moscatel 2018, Medalha de Ouro no La Mujer Elige. Acompanhando desde desde massas, carnes e até feijoada, bem como  aperitivos e sobremesas, tem boa intensidade aromática de frescor, lembrando flores como margarida e rosas.
Outros premiados:
– Zanotto Espumante Natural Brut: Medalha de Prata no Effervescents du Monde;
– Zanotto Cabernet Sauvignon 2015: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Zanotto Gewürztraminer 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Zanotto Merlot 2015: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Zanotto Rosé Merlot 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Zanotto Tannat 2017: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Zanotto Chardonnay 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;
– Zanotto Espumante Brut 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;
– Zanotto Pinot Noir 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;

Don Affonso
– Don Affonso Distinto Mistela 2005: Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige;

Linha Vinícola Don Affonso

Famiglia Zanlorenzi
– Lunar Perfetto Espumante Rosé: Medalha de Ouro no Effervescents du Monde;
– Lunar Perfetto Espumante Brut Rosé 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
Vinícola Zanlorenzi - Espumante- Lunar Perfetto Espumante Moscatel 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Lunar Perfetto Espumante Moscatel Rosé 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;

Galvão Bueno (Bueno Wines)
– Bueno Cuvée Prestige Espumante Brut: Medalha de Prata no Effervescents du Monde.  Elaborado pelo método tradicional francês Champenoise com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, provenientes de Garibaldi, RS, combina e acompanha perfeitamente peixes e frutos do mar, além de queijos frescos, como o mineiro artesanal e o cottage.

Garibaldi
Destaque: Garibaldi Espumante Brut Prosecco, Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige e Medalha de Prata no Effervescents du Monde. Com amarelo palha com reflexos esverdeados, aspecto brilhante e ótima formação de perlage, traz aromas com notas de pera, marmelo e um toque de lim. Combina com canapés, saladas, sopas cremosas, peixes leves, frutos do mar e queijos.
Outros premiados:
– Garibaldi Espumante Moscatel Branco: Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige;
– Garibaldi Espumante Moscatel Rosé: Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige;
– Garibaldi Espumante Brut Pinot Noir: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Garibaldi Espumante Chardonnay: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Vero Espumante Brut Rosé: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Chalet Du Clermont Chardonnay 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;

Jolimot
Destaque: Jolimont Moscatel Espumante 2017, Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige. No olfativo, este espumante traz aromas florais e frutados, acidez equilibrada e persistente. Harmoniza muito bem com doces e sobremesas, poe exemplo, macaroons de amora.
Outro premiado:
– Récolte Secrète Cabernet Sauvignon 2015: Medalha de Ouro no La Mujer Elige.

Nova Aliança
Linha Vinícola Nova AliançaDestaque: Aliança Espumante Brut 2018, Medalha de Ouro no La Mujer Elige. Acompanha aperitivos leves, frutas, pratos a base de peixes e carnes brancas. Tem aromas Aromas com ótima nitidez e intensidade lembrando frutas tropicais e amêndoas.
Outros premiados:
– Aliança Espumante Moscatel 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Santa Colina Espumante Moscatel 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Cerro Da Cruz Vinho Fino Chardonnay 2016: Medalha de Prata no La Mujer Elige;
– Santa Colina Espumante Brut 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige.

Panizzon
– Panizzon Espumante Moscatel: Medalha de Ouro no La Mujer Elige. Com borbulhas finas, intensas e persistentes, finalizando com uma ótima coroa, esse espumante traz no aroma frutas como goiaba, pêssego, flores silvestres brancas, maracujá e cítrico.     Harmoniza com Carnes brancas, saladas de frutas, sorvetes e sobremesas.

Perini
– Casa Perini Espumante Charmat Brut: Medalha de Prata no Effervescents du Monde. A vincicola, que completa 90 anos em 2019, tem entre os destaques há um bom tempo este espumante que acompanha muito bem saladas, queijos, peixes, defumados e carnes brancas. Seus aromas lembram pêra e maçã-verde.

Salton
Salton ProseccoDestaque: Salton Espumante Prosecco, Medalha de Ouro no Effervescents du Monde, e Medalha de Prata no La Mujer Elige. Elaborado 100% com uvas de variedade Prosecco selecionadas nos vinhedos, seus aromas são frutados, expressando notas de maçã, pera e cítricos, além de algumas nuances florais. Em boca, é leve e refrescante, com uma acidez bem integrada. Acompanha muito bem queijos de pasta dura, embutidos, massas com molhos condimentados e carnes vermelhas e de caça.
Outros premiados:
– Salton Ouro Espumante Brut: Medalha de Prata no Effervescents du Monde;
– Salton Campanha 2016: Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige;
– Salton Espumante Brut: Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige;
– Salton Espumante Moscatel: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Salton Espumante Rosé Brut:  Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Séries By Salton Moscatel: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Séries By Salton Rosé Brut: Medalha de Ouro no La Mujer Elige.

Valduga (Casa Valduga, Domno do Brasil, Ponto Nero)
Destaque: Leopoldina Gran Chardonnay D.O. 2017, Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige. Acompanha muito bem massas, carnes brancas, fondues, queijos médios e fortes. Na boca é volumoso e potente, revelando todo o seu vigor e caráter devido ao alto conteúdo natural do álcool em harmonia com a fina acidez. Na parte retronasal remete todo seu complexo olfativo de frutas maduras e notas finas elegantes da madeira. Possui longa persistência.
Outros premiados:
– Ponto Nero Cult Natural Espumante Brut: Medalha de Ouro no Effervescents du Monde;
– Casa Valduga 130 Espumante Brut: Medalha de Prata no Effervescents du Monde;
– Casa Valduga Terroir Cabernet Franc 2015: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;
– Casa Valduga 130 Brut Rosé: Medalha de Prata no La Mujer Elige;
– Casa Valduga Origem Merlot 2017:  Medalha de Prata no La Mujer Elige;

Prêmio Queijo Brasil

Falando em festas e opções para o final do ano, e que – por que não? – harmonizam muito bem com os rótulos citados acima, também há poucas semanas foi divulgada a lista dos vencedores do IV Prêmio Queijo Brasil, maior concurso nacional do gênero e que indica anualmente as melhores receitas artesanais.  premiação é organizada pela Comerqueijo, associação que reúne comerciantes de todo país que se dedicam ao comércio, exclusivo ou não, de queijos artesanais brasileiros.

Queijo MarajóA primeira edição foi realizada em 2014 com 136 queijos inscritos. A segunda edição, em 2016, foram 234 e na terceira edição, em 2017, foram mais de 363 inscritos de todo o País representando a micro e pequena produção artesanal de laticínios. Na edição 2018 um novo recorde: mais de 470 inscrições.
Ao todo foram 24 jurados, que avaliaram todos os concorrentes durante dois dias de degustação.

A premiação máxima, o Certificado Super Ouro, foi para o Queijo Do Marajó, da Fazenda São Victor, da Ilha de Marajó, PA, feito com 100% de leite de búfalas. Os responsáveis pela produção são deste queijo Tipo Creme são Cecília e Marcus Pinheiro. A queijaria da Fazenda São Victor, há 12 anos no mercado, produz por dia, em média, 80 kg de queijo.

O produto da empresa tem certificação artesanal por meio do Projeto Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Queijo do Marajó, projeto conjunto do Sebrae e da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). Informações e pedidos sobre onde encontra o produto estão disponíveis pelos telefones (91) 9166-0283/ (91) 9166-0284 .

Confira a abaixo a lista dos produtos e produtores que receberam a o Certificado de Ouro no Concurso:

Certificados Ouro
– Queijo Do Tino (Adalton Soares Da Costa)
– Queijo Bom Sucesso (Adilson  Cirino De Carvalho)
– Gorgonzola Dolce, Reblochon, Lua Cheia e Brie (Airton Gianesi Da Costa)
– Queijo Serrano (Alessandra Da Siva Valin)
– Queijo Minas Frescal Malala (Alexandre Fonseca De Aguiar Martins)
– Robiola Yogurt (Amedeo Mazzocco)
– Valoro Silvania, Serrinha Silvania e Serrinha Silvania Lavado Na Cerveja (Camila Almeida Alves)
– Fresconde (Carlos Alberto De Araújo)
– Queijo Do Cedro – M12 (Dorvalino Ferreira Campos Junior)
– Camponês (Edson Da Costa Cardoso)
– Mantequeira Da Serra – Manjericão, Benza, Mantequeira Da Serra, Queijo Primo e Parmesão De Cabra (Elvio Rocha De Oliveira Sobrinho)
– Piá (Erico Kolya)
– Queijo Braúnas (Ewerton Sebastião De Almeida)
– Nozinho (Fábio Henriques De Barros Pimentel)
– Queijo Rancho 4R (Freire Fregugia Da Silva Junior)
– Queijo D`Alagoa (Gabriel Valadão)
– Queijo Meia Cura Defumado (Geraldo Maciel Júnior)
– Della Terra Defumado (Gislene Tito e Francisco Barros)
– Queijo De Ovelha Maturado 6 Meses e Queijo Parmesão (Gran Paladare Industria E Comercio De Lacteos Eireli)
– Horizonte (Henrique De Paula Eduardo)
– Vale Da Bateia (Humberto Gontijo De Oliveira)
Queijo Goa- Goa 6 Tempos e Queijo Goa (Jeferson Gifoni Arantes)
– Arupiara (Joaquim Dantas Vilar)
– Queijo Gororos (Joaquim José Generoso Guerra    )
– Queijo Minas Artesanal Canastra (Johne Santos Castro)
– Queijo Quark (Laticinios Gioia)
– Queijo Mandala 11 Meses, Queijo Cuestazul e Queijo Cuesta Reserva 12 Meses (Leiteria E Laticinios Pardinho Artesanal Ltda)
– Queijo Tipo Parmesão De Alagoa (Marcos Vinicius Mendes)
– Kochkäse (Maria Dos Santos Oeschler)
– Queijo Canastra Marisa (Marisa De Lima Carvalho)
– Queijo Tipo Boursin (Mateus Maldanis Ribeiro)
– Minas Frescal (Miguel Eduardo  Britto Aragão)
– Queijo Do Miguel (Miguel Marcelio De Faria)
– Queijo Do Coronel e Queijo Faixa Dourada (Osvaldo Martins De Barros Filho)
– Pingo Do Mula (Extra Maturado) – Paulo Henrique De Matos Almeida
– Catauá Longa Maturação (Queijo Catauá Longa Maturação)
– Tropeiro (Queijo Com Arte)
– Tulha Jovem 6 Meses, Bousan e Toca Da Figueira (Rosana Aparecida Alves De Paula)
– Queijo Do Serjao (Sergio De Paula Alves)

LISTA COMPLETA: Confira no site Premio Queijo Brasil os vencedores dos Certificados de Prata e também dos Certificados de Bronze – http://premioqueijobrasil.com.br .

LEIA NA ÍNTEGRA NOSSA ÚLTIMA EDIÇÃO

Formato online interativo (com vídeos e hiperlinks) - Clique na capa abaixo.

Capa Sétima Edição

 

Formato PDF responsivo (para tablets e smartphone e compartilhamento por whatsapp) - Clique na capa abaixo.

Capa Sétima Edição

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

quatro × dois =

Em sinergia com a qualidade e inovação

Cerveja com Classe

Sabores Inigualáveis

Única em todos os sentidos

Colecionadora de Medalhas

Cachaça de Terroir

Alto padrão de qualidade

O prazer da descoberta

Linha excepcional

Na lista top brasileira e mundial

Espíritos especiais e brasileiros

Cervejas Especiais

Tradição e uma história nobre

Sabor que conquista

Nobreza Premiada

No lista TOP brasileira

Entre as Melhores do Continente

Entre as mais premiadas em 2018

Tradição Italiana, Brasilidade e Excelência

Cerveja padrão de excelência

Premiada internacional da ‘Capital do Chope’

Deguste o melhor espírito brasileiro

Especiais para coquetelaria

Entre as melhores mundiais

Primeiro brasileiro com medalha internacional

Cachaça Artesanal Mineira

No top 3 da qualidade

Exclusividade brasileira premiada nos EUA

Cerveja Premiada para sua Carta?

Excelência em destilados premiados

Uma geração de qualidade

A revelação internacional do ano