Revista Carta Premium

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos
novembro 21
20:27 2016

De hoje, dia 21 de novembro, ao dia 26 ocorre o Beercon, Primeiro Congresso Nacional Cervejeiro, evento gratuito e totalmente online que visa disseminar a cultura cervejeira pelo País, reunindo alguns dos maiores nomes do cenário e com informações imprescindíveis para a profissionalização. Antes de continuar a leitura dessa reportagem, não perca tempo e cadastre-se para receber o link e assistir as palestras: www.beercon.com.br .

Entre os principais temas que serão discutidos estão:
– Coquetelaria com cervejas;
– Cerveja e Charutos: harmonização que dá certo;
– Uso da madeira nas cervejas;
– A gastronomia brasileira e as cervejas;
– Taças exclusivas para cervejas;
– Ingredientes exóticos em cervejas;
– Cozinhando com cerveja;
– Cervejas e outras bebidas.

Idealizado pelo chef e sommelier de cervejas Ronaldo Rossi, o evento reúne nomes expoentes do setor, como Leonardo Satt e Bruno Moreno de Brito, da Cervejaria Dogma; Luiza Lugli Tolosa, da Cervejaria Dádiva; Alexandre Sigolo e Luís Marcelo Nascimento, da Sinnatrah Cervejaria-Escola; o jornalista e sommelier Luís Celso Jr.; Sady Homrich, consultor cervejeiro e baterista do Nenhum de Nós; Ulisses Malacrida, da Casa de Brassagem;
Alexandre “X” Xerxenevsky, da Microcervejaria X; o beer sommelier e consultor Claudio Oliveira, da Cervejolândia, especializada em turismo na área; o mixólogo Sylas Rocha; o especialista em bebidas Cesar Adames; Luisa Saliba, da Rota do Acarajé; o sommelier e consultor para bares e restaurantes Gustavo Renha; o beer sommelier Israel Athayde; a sócio-fundadora da Realli Insumos Cervejeiros Paolla Della Monica; os beer sommeliers Ednaldo Machado, Bia Amorim e Edson Carvalho; Patrick Bared, da Brave Company; o mestre cervejeiro Matheus Aredes; Júlia Reis e Larissa Pascoal, do Coletivo ELA; Luis Gustavo, da Cervejaria Mestre das Poções; a empreendedora Lisa Torrano; Rodrigo Silveira da Abracerva; André Cancegliero, da Cervejaria Urbana; os sommeliers de cerveja Raphael Rodrigues e Luiz Caropreso; Anselmo Gimenez Mendo do Beercast; Marcus Ribas, da Cervejaria Nacional; Flavio Monteiro do Lamas Pro Brewing; Valéry de Breucker, da Brasserie Fantôme, na Bélgica; o docente de gastronomia Bruno Wolf; Marcelo Scavonem da Escola de Gastronomia Aires Scavone; Riccelli Adriel, da GET Cervejas Especiais; o mestre cervejeiro Ale Wecklxander; e o sommelier de cachaças, cervejas e vinhos José Márcio.

Então, não diga que não avisamos, acesse agora mesmo e cadastre-se gratuitamente: www.beercon.com.br . Você receberá o link para assistir as palestras.

Algumas de muitas novidades
Recebemos nas últimas semanas uma listas de novidades, confira algumas indicações:

– a cervejaria carioca Hocus Pocus lançou recentemente a Event Horizon, uma Northeast IPA, super-aclamada e concorrida no Mondial de La Bière. Criada para apresentar um perfil aromático bem diferente do cítrico de outras IPAs, tem um aroma altamente pungente, terroso, “úmido” e resinoso, com presença de pinho e um tom cítrico que mascara muito bem o dulçor do pêssego que vem do fermento Conan.

– Já a mineira Koala San Brew desembarcou em São Paulo e apresentou alguns de seus rótulos em São Paulo, entre eles está a Endless Summer, uma belgina Wit com 4,1% de teor alcoólico, com aroma frutado, sabor cítrico e refrescante. De paladar seco e leve, tem notas extremamente sutis de temperos. Outro destaque da empresa é a Bad Motorfinger, uma Imperial Porter com 8,1%, escura de paladar licorado, com ‘camadas’ de sabor que vão da complexidade do expresso ao frescor e cremosidade da baunilha, passando pela intensidade e calor do Bourbon com notas de madeira. Merecem referência ainda a Sounds Fair, uma Oatmeal Coffee Brown com 5,4%, colaborativa com a Experimento Beer, com aromas intensos de caramelo e biscoito com notas de uva passa e de café; e a Mellow Gold, uma Brett IPA com 5,3%, de cor clara e viva e aparência levemente turva e corpo suave, leve, refrescante e com características marcantes, além de ideal para o próximo verão.

– a também carioca Quatro Graus lançou a Quintuppel, tanto nas versões chope quanto em garrafa. É uma Quadrupel, com um “algo a mais” obtido através do uso de malte de trigo, aveia, açúcar mascavo e uma boa dose de carvalho francês, abraçados por 12% de teor alcoólico, tudo matura por três meses. A Quatro Graus tem poucos meses de atuação no mercado. O seu primeiro rótulo foi lançado em julho, a Black Anthrax, uma Brazilian Extreme Imperial Stout com 16% de teor alcoólico e adição de melaço, carvalho, baunilha nacional em favas, café mineiro 100% arábica, rapadura e açúcar mascavo durante sua fabricação.

– a Cervejaria Nacional RP, unidade recém-inaugurada da famosa cervejaria da capital paulista, lançou a sua primeira receita temporária exclusiva da casa: a Garapa, cerveja que abre a leva de sazonais produzidas exclusivamente na unidade do interior. Criada pela parceria entre a Cervejaria Nacional RP e a sommelier Bia Amorim, também ribeirão-pretana, é feita com melado orgânico de cana de açúcar (fornecido pela Native Produtos Orgânicos) e pimenta-do-reino utilizados na brassagem, mais manga e verbena adicionadas na maturação. Leve, refrescante, muito aromática e fácil de beber, tendo 6,5% de teor alcoólico.

– Já a Berggren lançou as cervejas Berggren IPA, Berggren APA e Berggren Russian Imperial Stout. Essa última é um dos maiores destaques, desde o rótulo, que traz um dos clássicos do automobilismo russo, o modelo 2105, da marca Lada. Com 12% de teor alcoólico e amargor de 70 IBUs, é escura, com espuma mediana, bege e persistente. Em seu aroma apresenta notas frutadas, doces e torradas. Encorpada, cremosa e licorosa, esta cerveja traz sabores de chocolate, café expresso e baunilha, sendo bastante seca em seu final. Já a APA tem cor laranja cobreado, turva, colarinho espesso e intenso. Em seu aroma apresenta notas frutadas, cítricas e condimentadas. De corpo médio e amargor intenso, é cremosa e apresenta retrogosto de lúpulo bastante persistente. Teor alcoólico de 5,5%. Já a IPA é turva, com boa formação e retenção de espuma. No aroma apresenta notas florais e cítricas, tem corpo médio e amargor intenso, sendo seca, amarga e picante.

– a Brassaria Ampolis apresentou a Forévis, uma Session IPA, com teor alcoólico de 4.7%, amargor acentuado, cítrica, perfeitamente equilibrada e refrescante. A novidade e os outros rótulos da empresa também estão disponíveis versões em latas de 350 ml.

– a cervejaria SP 330 lançou um novo rótulo inspirado na banda Talking Heads. Desenvolvido em parceria com o brewmaster argentino Hernan Castellani, da Sir Hopper. Do tipo Imperial IPA, é resinosa e muito frutada e recebeu o nome de Psycho Killer. Com sabor marcante de maltes e frutas, apresenta teor alcoólico de 8,6%, provocando um retrogosto largo, porém, de final equilibrado na boca. Está disponível para consumo exclusivamente em chope, a partir do final deste mês de novembro, no Tap Room da Cervejaria SP 330 e em alguns bares selecionados da cidade de Ribeirão Preto. A partir de 2017, o produto será incorporado ao portfólio da cervejaria e distribuído aos pontos de vendas interessados na aquisição do rótulo de todo o Brasil no começo do ano.

– Dádiva: a microcervejaria do interior de São Paulo lançou a sua coleção de The Hops, versões da cerveja American Amber Ale, cada uma delas utilizando a adição de apenas um tipo de lúpulo em cada uma delas. Por essência, a Dádiva American Amber Ale tem presença sensorial dos maltes, com notas de toffee, castanhas e caramelo, porém ganharam características complementares com os diferentes lúpulos do dry hopping. Na versão #1 o single hop do lúpulo americano Jarrylo traz uma combinação especial entre a picância de especiarias e os aromas cítricos da laranja. Há ainda notas que remetem às frutas amarelas doces, como a banana e a pera. A receita, com teor alcoólico de 5,7%, foi servida em caráter experimental nas torneiras do Cirque Du Mondial de La Bière. A versão #2 foi lançada no último dia 16, no Empório Alto dos Pinheiros, em São Paulo, utilizando single hop TNT, um lúpulo alemão com aromas cítricos e notas de maracujá, que traz em segundo plano, a delicadeza de outras frutas doces e aromáticas. Os dois primeiros exemplares da coleção Dádiva Amber Ale The Hops promete chegar aos principais bares, empórios e lojas especializadas de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro no final deste mês de novembro, em chope e garrafas de 300 ml. O terceiro rótulo da coleção será produzido somente em 2017.

– Já a Urbana lançou em latas de 473 ml a sua versão da Relaxe & Gose, com um blend de sais diferente, que combina Sal Rosa do Himalaia com Flor de Sal do Mossoró. A mistura inclui sumac/sumagre, planta amplamente utilizada pelos romanos e populações do mediterrâneo para condimentar pratos antes do limão chegar na Europa. Ele possui sabor ácido e resinoso, entrando na receita da cerveja complementando o cítrico do coentro e o ácido lático da fermentação. Outra novidade é no Dry Hopping, pois o lúpulo escolhido pela Urbana foi o alemão Yellow Sub, que é um blend de lúpulos que lembra o Amarillo. A distribuição das latas está a cargo da Best Beers Importadora e Distribuidora. Outra novidade apresentada pela Urbana é a Gordelícia Aramis em uma versão especial com lúpulo francês que conferiu à cerveja características herbais intensas, como toques cítricos e mentolados, uma autêntica Belgian Strong Golden Ale, volumosa e aveludada, mantendo os memso 7,5% de teor alcoólico da versão clássica.

Curitiba dos eventos e lançamentos

Algumas das principais cervejarias artesanais do Estado do Paraná, um dos principais polos cervejeiros do Brasil, se reuniram para a produção de uma cerveja colaborativa exclusiva, que será apresentada durante o Craft Beer Soul 2016, no dia 26 próximo, evento dedicado aos amantes da cerveja artesanal e que celebra o aniversário da Way Beer, uma referência na região e em todo o País.

Fazem parte do projeto, além da Way, as cervejarias Maniacs Brewing Co, Fucking Beer, DUM, Tormenta, Bier Hoff, Klein e Swamp Brewing. A cerveja segue o estilo Juicy IPA, um novo conceito de IPA (India Pale Ale), que apresenta características frutadas; não é filtrada, se tornando uma cerveja turva; e recebe em seu preparo cereais não convencionais.

“Todos contribuíram para o processo com ideias, e o processo resultou em uma cerveja muito interessante, seguindo um estilo novo, que tem sido muito discutido em todo o mundo”, comenta Alessandro Oliveira, mestre cervejeiro da Way Beer.

O Craft Beer Soul 2016 será realizado no Piso G11 do Estacionamento do Shopping Estação (Roof Top), das 12h às 20h. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia entrada disponível para todo mundo que ama cerveja), e estão disponíveis no site Eventbrite (www.eventbrite.com.br/e/way-craft-beer-soul- tickets-29083496521?aff=affiliate1). O ingresso dá direito a um copo exclusivo do evento. Mais informações pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.

Outro evento que ocorrerá nas próximas semanas na capital paranaense, entre os dias 25 de novembro e 11 de dezembro, é a segunda edição do Have a Beer. O evento tem por objetivo difundir o efervescente mercado cervejeiro brasileiro. Durante os 17 dias de evento, 24 bares e cervejarias de Curitiba vão servir mais de 40 combos (uma cerveja especial harmonizada por um petisco) pelo valor fixo de R$ 21,90.

Para participar do evento, os empreendimentos gastronômicos usaram a criatividade para criar opções que valorizem a cultura cervejeira, trabalhando com rótulos dos mais variados estilos harmonizados com preparos saborosos. Entre os destaques da segunda edição do Have a Beer Curitiba está a Sakeja Cervejaria, a Way Beer e a Fritz Cervejaria Artesanal.

Baixe agora: ebook gratuito de copos e dicas de harmonização com queijos
Voltado à disseminação da cultura cervejeira, o clube de assinatura Beer & Bier preparou um excelente e prático material sobre harmonização de cervejas e queijos. Entre as razões listadas para a harmonização, estão:

1. Carbonatação: a carbonatação da cerveja atiça o nosso paladar, ressaltando os complexos sabores dos queijos. A gordura que solta do queijo acaba cobrindo as papilas gustativas, e a carbonatação facilita esse desprendimento para melhor apreciação dos seguintes sabores.

2. “Pão líquido”: historicamente um dos principais acompanhamentos do queijo é o pão, disso não se tem dúvida. Como a cerveja também é conhecida como pão líquido, essa combinação já está aprovada.

3. Harmonia: a cerveja potencializa o sabor do queijo na boca, realizando uma harmonia perfeita ao invés de contraste. Em virtude de os dois serem lentamente fermentados, a cerveja e o queijo se misturam.

4. Semelhanças: da mesma forma que a cerveja, os queijos também possuem diversas variações, seja em força, seja em corpo, cremosidade, etc.

No LINK (https://beerbier.com.br/blog/cervejas-e-queijos-harmonize-sem-moderacao/) é possível conferir o artigo completo e o excelente infográfico a seguir.

Harmonização com Queijos - Beer & Bier

Recentemente o Beer & Bier também preparou um excelente material detalhando de forma prática o copo ideal para cada cerveja. Você pode baixar o seu no LINK (http://copos.beerbier.com/clube-beer-bier-copo-ideal-cerveja).

Recomendamos que você se cadastre gratuitamente no site, pois há sempre novidades preparadas pelo clube de assinatura.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

18 − nove =

Entre as Melhores do Continente

Acesse na íntegra nossa última edição!

Cerveja Brasileira Conquistando o Mundo

7a. Edição: leia agora mesmo na íntegra!

Sabor que conquista

Linha excepcional

O prazer da descoberta

Sabores Inigualáveis

Em sinergia com a qualidade e inovação

Cerveja com Classe

Cachaça de Terroir

Única em todos os sentidos

Alto padrão de qualidade

Colecionadora de Medalhas

Espíritos especiais e brasileiros

Tradição e uma história nobre

Nobreza Premiada

No lista TOP brasileira

Entre as mais premiadas em 2018

Tradição Italiana, Brasilidade e Excelência

Cerveja padrão de excelência

Premiada internacional da ‘Capital do Chope’

Deguste o melhor espírito brasileiro

Especiais para coquetelaria

Entre as melhores mundiais

Primeiro brasileiro com medalha internacional

Cachaça Artesanal Mineira

No top 3 da qualidade

Exclusividade brasileira premiada nos EUA

Cerveja Premiada para sua Carta?

Excelência em destilados premiados

Uma geração de qualidade