Revista Carta Premium

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos

Eventos especiais (corra, um acaba dia 26!), novidades como cerveja com melado de cana, ebook free sobre copos e harmonização com queijos
novembro 21
20:27 2016

De hoje, dia 21 de novembro, ao dia 26 ocorre o Beercon, Primeiro Congresso Nacional Cervejeiro, evento gratuito e totalmente online que visa disseminar a cultura cervejeira pelo País, reunindo alguns dos maiores nomes do cenário e com informações imprescindíveis para a profissionalização. Antes de continuar a leitura dessa reportagem, não perca tempo e cadastre-se para receber o link e assistir as palestras: www.beercon.com.br .

Entre os principais temas que serão discutidos estão:
– Coquetelaria com cervejas;
– Cerveja e Charutos: harmonização que dá certo;
– Uso da madeira nas cervejas;
– A gastronomia brasileira e as cervejas;
– Taças exclusivas para cervejas;
– Ingredientes exóticos em cervejas;
– Cozinhando com cerveja;
– Cervejas e outras bebidas.

Idealizado pelo chef e sommelier de cervejas Ronaldo Rossi, o evento reúne nomes expoentes do setor, como Leonardo Satt e Bruno Moreno de Brito, da Cervejaria Dogma; Luiza Lugli Tolosa, da Cervejaria Dádiva; Alexandre Sigolo e Luís Marcelo Nascimento, da Sinnatrah Cervejaria-Escola; o jornalista e sommelier Luís Celso Jr.; Sady Homrich, consultor cervejeiro e baterista do Nenhum de Nós; Ulisses Malacrida, da Casa de Brassagem;
Alexandre “X” Xerxenevsky, da Microcervejaria X; o beer sommelier e consultor Claudio Oliveira, da Cervejolândia, especializada em turismo na área; o mixólogo Sylas Rocha; o especialista em bebidas Cesar Adames; Luisa Saliba, da Rota do Acarajé; o sommelier e consultor para bares e restaurantes Gustavo Renha; o beer sommelier Israel Athayde; a sócio-fundadora da Realli Insumos Cervejeiros Paolla Della Monica; os beer sommeliers Ednaldo Machado, Bia Amorim e Edson Carvalho; Patrick Bared, da Brave Company; o mestre cervejeiro Matheus Aredes; Júlia Reis e Larissa Pascoal, do Coletivo ELA; Luis Gustavo, da Cervejaria Mestre das Poções; a empreendedora Lisa Torrano; Rodrigo Silveira da Abracerva; André Cancegliero, da Cervejaria Urbana; os sommeliers de cerveja Raphael Rodrigues e Luiz Caropreso; Anselmo Gimenez Mendo do Beercast; Marcus Ribas, da Cervejaria Nacional; Flavio Monteiro do Lamas Pro Brewing; Valéry de Breucker, da Brasserie Fantôme, na Bélgica; o docente de gastronomia Bruno Wolf; Marcelo Scavonem da Escola de Gastronomia Aires Scavone; Riccelli Adriel, da GET Cervejas Especiais; o mestre cervejeiro Ale Wecklxander; e o sommelier de cachaças, cervejas e vinhos José Márcio.

Então, não diga que não avisamos, acesse agora mesmo e cadastre-se gratuitamente: www.beercon.com.br . Você receberá o link para assistir as palestras.

Algumas de muitas novidades
Recebemos nas últimas semanas uma listas de novidades, confira algumas indicações:

– a cervejaria carioca Hocus Pocus lançou recentemente a Event Horizon, uma Northeast IPA, super-aclamada e concorrida no Mondial de La Bière. Criada para apresentar um perfil aromático bem diferente do cítrico de outras IPAs, tem um aroma altamente pungente, terroso, “úmido” e resinoso, com presença de pinho e um tom cítrico que mascara muito bem o dulçor do pêssego que vem do fermento Conan.

– Já a mineira Koala San Brew desembarcou em São Paulo e apresentou alguns de seus rótulos em São Paulo, entre eles está a Endless Summer, uma belgina Wit com 4,1% de teor alcoólico, com aroma frutado, sabor cítrico e refrescante. De paladar seco e leve, tem notas extremamente sutis de temperos. Outro destaque da empresa é a Bad Motorfinger, uma Imperial Porter com 8,1%, escura de paladar licorado, com ‘camadas’ de sabor que vão da complexidade do expresso ao frescor e cremosidade da baunilha, passando pela intensidade e calor do Bourbon com notas de madeira. Merecem referência ainda a Sounds Fair, uma Oatmeal Coffee Brown com 5,4%, colaborativa com a Experimento Beer, com aromas intensos de caramelo e biscoito com notas de uva passa e de café; e a Mellow Gold, uma Brett IPA com 5,3%, de cor clara e viva e aparência levemente turva e corpo suave, leve, refrescante e com características marcantes, além de ideal para o próximo verão.

– a também carioca Quatro Graus lançou a Quintuppel, tanto nas versões chope quanto em garrafa. É uma Quadrupel, com um “algo a mais” obtido através do uso de malte de trigo, aveia, açúcar mascavo e uma boa dose de carvalho francês, abraçados por 12% de teor alcoólico, tudo matura por três meses. A Quatro Graus tem poucos meses de atuação no mercado. O seu primeiro rótulo foi lançado em julho, a Black Anthrax, uma Brazilian Extreme Imperial Stout com 16% de teor alcoólico e adição de melaço, carvalho, baunilha nacional em favas, café mineiro 100% arábica, rapadura e açúcar mascavo durante sua fabricação.

– a Cervejaria Nacional RP, unidade recém-inaugurada da famosa cervejaria da capital paulista, lançou a sua primeira receita temporária exclusiva da casa: a Garapa, cerveja que abre a leva de sazonais produzidas exclusivamente na unidade do interior. Criada pela parceria entre a Cervejaria Nacional RP e a sommelier Bia Amorim, também ribeirão-pretana, é feita com melado orgânico de cana de açúcar (fornecido pela Native Produtos Orgânicos) e pimenta-do-reino utilizados na brassagem, mais manga e verbena adicionadas na maturação. Leve, refrescante, muito aromática e fácil de beber, tendo 6,5% de teor alcoólico.

– Já a Berggren lançou as cervejas Berggren IPA, Berggren APA e Berggren Russian Imperial Stout. Essa última é um dos maiores destaques, desde o rótulo, que traz um dos clássicos do automobilismo russo, o modelo 2105, da marca Lada. Com 12% de teor alcoólico e amargor de 70 IBUs, é escura, com espuma mediana, bege e persistente. Em seu aroma apresenta notas frutadas, doces e torradas. Encorpada, cremosa e licorosa, esta cerveja traz sabores de chocolate, café expresso e baunilha, sendo bastante seca em seu final. Já a APA tem cor laranja cobreado, turva, colarinho espesso e intenso. Em seu aroma apresenta notas frutadas, cítricas e condimentadas. De corpo médio e amargor intenso, é cremosa e apresenta retrogosto de lúpulo bastante persistente. Teor alcoólico de 5,5%. Já a IPA é turva, com boa formação e retenção de espuma. No aroma apresenta notas florais e cítricas, tem corpo médio e amargor intenso, sendo seca, amarga e picante.

– a Brassaria Ampolis apresentou a Forévis, uma Session IPA, com teor alcoólico de 4.7%, amargor acentuado, cítrica, perfeitamente equilibrada e refrescante. A novidade e os outros rótulos da empresa também estão disponíveis versões em latas de 350 ml.

– a cervejaria SP 330 lançou um novo rótulo inspirado na banda Talking Heads. Desenvolvido em parceria com o brewmaster argentino Hernan Castellani, da Sir Hopper. Do tipo Imperial IPA, é resinosa e muito frutada e recebeu o nome de Psycho Killer. Com sabor marcante de maltes e frutas, apresenta teor alcoólico de 8,6%, provocando um retrogosto largo, porém, de final equilibrado na boca. Está disponível para consumo exclusivamente em chope, a partir do final deste mês de novembro, no Tap Room da Cervejaria SP 330 e em alguns bares selecionados da cidade de Ribeirão Preto. A partir de 2017, o produto será incorporado ao portfólio da cervejaria e distribuído aos pontos de vendas interessados na aquisição do rótulo de todo o Brasil no começo do ano.

– Dádiva: a microcervejaria do interior de São Paulo lançou a sua coleção de The Hops, versões da cerveja American Amber Ale, cada uma delas utilizando a adição de apenas um tipo de lúpulo em cada uma delas. Por essência, a Dádiva American Amber Ale tem presença sensorial dos maltes, com notas de toffee, castanhas e caramelo, porém ganharam características complementares com os diferentes lúpulos do dry hopping. Na versão #1 o single hop do lúpulo americano Jarrylo traz uma combinação especial entre a picância de especiarias e os aromas cítricos da laranja. Há ainda notas que remetem às frutas amarelas doces, como a banana e a pera. A receita, com teor alcoólico de 5,7%, foi servida em caráter experimental nas torneiras do Cirque Du Mondial de La Bière. A versão #2 foi lançada no último dia 16, no Empório Alto dos Pinheiros, em São Paulo, utilizando single hop TNT, um lúpulo alemão com aromas cítricos e notas de maracujá, que traz em segundo plano, a delicadeza de outras frutas doces e aromáticas. Os dois primeiros exemplares da coleção Dádiva Amber Ale The Hops promete chegar aos principais bares, empórios e lojas especializadas de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro no final deste mês de novembro, em chope e garrafas de 300 ml. O terceiro rótulo da coleção será produzido somente em 2017.

– Já a Urbana lançou em latas de 473 ml a sua versão da Relaxe & Gose, com um blend de sais diferente, que combina Sal Rosa do Himalaia com Flor de Sal do Mossoró. A mistura inclui sumac/sumagre, planta amplamente utilizada pelos romanos e populações do mediterrâneo para condimentar pratos antes do limão chegar na Europa. Ele possui sabor ácido e resinoso, entrando na receita da cerveja complementando o cítrico do coentro e o ácido lático da fermentação. Outra novidade é no Dry Hopping, pois o lúpulo escolhido pela Urbana foi o alemão Yellow Sub, que é um blend de lúpulos que lembra o Amarillo. A distribuição das latas está a cargo da Best Beers Importadora e Distribuidora. Outra novidade apresentada pela Urbana é a Gordelícia Aramis em uma versão especial com lúpulo francês que conferiu à cerveja características herbais intensas, como toques cítricos e mentolados, uma autêntica Belgian Strong Golden Ale, volumosa e aveludada, mantendo os memso 7,5% de teor alcoólico da versão clássica.

Curitiba dos eventos e lançamentos

Algumas das principais cervejarias artesanais do Estado do Paraná, um dos principais polos cervejeiros do Brasil, se reuniram para a produção de uma cerveja colaborativa exclusiva, que será apresentada durante o Craft Beer Soul 2016, no dia 26 próximo, evento dedicado aos amantes da cerveja artesanal e que celebra o aniversário da Way Beer, uma referência na região e em todo o País.

Fazem parte do projeto, além da Way, as cervejarias Maniacs Brewing Co, Fucking Beer, DUM, Tormenta, Bier Hoff, Klein e Swamp Brewing. A cerveja segue o estilo Juicy IPA, um novo conceito de IPA (India Pale Ale), que apresenta características frutadas; não é filtrada, se tornando uma cerveja turva; e recebe em seu preparo cereais não convencionais.

“Todos contribuíram para o processo com ideias, e o processo resultou em uma cerveja muito interessante, seguindo um estilo novo, que tem sido muito discutido em todo o mundo”, comenta Alessandro Oliveira, mestre cervejeiro da Way Beer.

O Craft Beer Soul 2016 será realizado no Piso G11 do Estacionamento do Shopping Estação (Roof Top), das 12h às 20h. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia entrada disponível para todo mundo que ama cerveja), e estão disponíveis no site Eventbrite (www.eventbrite.com.br/e/way-craft-beer-soul- tickets-29083496521?aff=affiliate1). O ingresso dá direito a um copo exclusivo do evento. Mais informações pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.

Outro evento que ocorrerá nas próximas semanas na capital paranaense, entre os dias 25 de novembro e 11 de dezembro, é a segunda edição do Have a Beer. O evento tem por objetivo difundir o efervescente mercado cervejeiro brasileiro. Durante os 17 dias de evento, 24 bares e cervejarias de Curitiba vão servir mais de 40 combos (uma cerveja especial harmonizada por um petisco) pelo valor fixo de R$ 21,90.

Para participar do evento, os empreendimentos gastronômicos usaram a criatividade para criar opções que valorizem a cultura cervejeira, trabalhando com rótulos dos mais variados estilos harmonizados com preparos saborosos. Entre os destaques da segunda edição do Have a Beer Curitiba está a Sakeja Cervejaria, a Way Beer e a Fritz Cervejaria Artesanal.

Baixe agora: ebook gratuito de copos e dicas de harmonização com queijos
Voltado à disseminação da cultura cervejeira, o clube de assinatura Beer & Bier preparou um excelente e prático material sobre harmonização de cervejas e queijos. Entre as razões listadas para a harmonização, estão:

1. Carbonatação: a carbonatação da cerveja atiça o nosso paladar, ressaltando os complexos sabores dos queijos. A gordura que solta do queijo acaba cobrindo as papilas gustativas, e a carbonatação facilita esse desprendimento para melhor apreciação dos seguintes sabores.

2. “Pão líquido”: historicamente um dos principais acompanhamentos do queijo é o pão, disso não se tem dúvida. Como a cerveja também é conhecida como pão líquido, essa combinação já está aprovada.

3. Harmonia: a cerveja potencializa o sabor do queijo na boca, realizando uma harmonia perfeita ao invés de contraste. Em virtude de os dois serem lentamente fermentados, a cerveja e o queijo se misturam.

4. Semelhanças: da mesma forma que a cerveja, os queijos também possuem diversas variações, seja em força, seja em corpo, cremosidade, etc.

No LINK (https://beerbier.com.br/blog/cervejas-e-queijos-harmonize-sem-moderacao/) é possível conferir o artigo completo e o excelente infográfico a seguir.

Harmonização com Queijos - Beer & Bier

Recentemente o Beer & Bier também preparou um excelente material detalhando de forma prática o copo ideal para cada cerveja. Você pode baixar o seu no LINK (http://copos.beerbier.com/clube-beer-bier-copo-ideal-cerveja).

Recomendamos que você se cadastre gratuitamente no site, pois há sempre novidades preparadas pelo clube de assinatura.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

nove − cinco =

Entre as mais premiadas no mundo

Destaque do Centro-Oeste para o mundo

De renome internacional

Na mais alta patente da qualidade

Premiada no Oscar da Cerveja Mundial

Impossível não ter na sua carta

Opção de excelência

Paulista multipremiada

Premiada cervejaria paulista

Pureza e suavidade desde 1932

Gim brasileiro de destaque mundial

Excelência do terroir gaúcho

Muita brasilidade, tradição e qualidade

Destilado Premiado e Cervejas Especiais

Entre as melhores cervejas brasileiras

Um toque a mais de excelência

Entre as mais premiadas do País

Maior encontro do destilado fino nacional

Maior evento de drinques do mundo em SP

O verdadeiro destilado ancestral brasileiro

Premiada na China, na Polônia …

Entre os melhores destilados do mundo

Companheira de todos os momentos

Simplesmente no topo das avaliações

Cerveja Brasileira Conquistando o Mundo

Linha excepcional

Espíritos especiais e brasileiros

Acesse na íntegra nossa última edição!