Revista Carta Premium

BRAZIL, TOP 200: avaliados por especialistas mundiais, vinhos e espumantes brasileiros se destacam na Itália, França, Grécia, Inglaterra, Suíça, Espanha …

 Extra!

BRAZIL, TOP 200: avaliados por especialistas mundiais, vinhos e espumantes brasileiros se destacam na Itália, França, Grécia, Inglaterra, Suíça, Espanha …

BRAZIL, TOP 200: avaliados por especialistas mundiais, vinhos e espumantes brasileiros se  destacam na Itália, França, Grécia,  Inglaterra, Suíça, Espanha …
julho 10
15:41 2019

É consenso que o recente acordo  Mercosul-UE deve baratear a chegada de  ótimos e consagrados produtos europeus  ao Brasil, e quem ganha em qualidade e  opções é o mercado nacional. É o caso,  por exemplo, do vinho importado. Mas o que pouco se destaca ainda é que já temos aqui um sem-número de produtos nacionais com a mesma excelência e variedade ou até de qualidade superior em relação aos importados, e que estes mesmo produtos  brasileiros são consenso em todo o mundo, cada vez mais conquistando consumidores e especialistas por todo o  globo, ainda que no Brasil  infelizmente não sejam tão conhecidos  e reconhecidos. E este também é o caso  do nosso vinho.

garibaldi chardonnayEncerrado o primeiro semestre,  listamos nada menos que mais de uma  dezena e meia de concursos do mundo  vinícola já realizados em 2019, a grande maioria internacionais, onde os produtos concorrem lado a lado com os melhores  e mais consagrados mundiais. E  em quase todos encontramos vinhos e espumantes brasileiros que receberam premiações, desbancando na Europa,  por exemplo, rótulos que são referência e até preferência nos cinco continentes.

Nessas competições, centenas de reconhecidos e premiados especialistas foram os responsáveis por avaliar mais de uma dezena de  milhares de ótimos produtos,  levando também ao pódio, após rigorosas e criteriosas degustações, vinhos e  espumantes brasileiros cujo preço está bem aquém de importados do mesmo  patamar.

Entre estes verdadeiros campeões  mundiais podemos destacar o Espumante  Garibaldi Chardonnay, cujo valor de  compra no mercado brasileiro está  abaixo do R$ 40, ou seja, menos de 10  euros!

O Garibaldi Chardonnay somente agora em 2019 recebeu premiações como:
– Medalha de Ouro no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos, da Espanha;
– Medalha de Ouro e Considerado “Best  Sparkling” no Thessaloniki  International Wine Competition, da Grécia;
– Medalha de Ouro no Citadelles Du Vin, da França;
–  Medalha de Ouro no Concurso  Internacional de Vinos y Espirituosos  – CINVE, da Espanha;
– Medalha de Prata no VinAgora  International Wine Competition, da  Hungria;
– Medalha de Prata no Challenge Du  Vin, da França;
– Medalha de Prata no Virtus  International Awards, de Portugal.-  Medalha de Bronze no International  Wine Challenge, do Reino Unido;
– Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards, também da Inglaterra.

É um dos exemplos do quanto nossa qualidade é reconhecida lá fora e de quanto ainda podemos explorar excelentes produtos nacionais no  nosso próprio mercado. Afinal o estrangeiro que vem ao País quer sim conhecer tudo o que temos de melhor. E quantos vinhos  nacionais de excelência como esse encontramos nas cartas de empreendimentos de gastronomia por aqui?

Vinhos Maria MariaE se optarmos por uma das tendências gastronômicos que é a aposta na regionalidade, vamos  encontrar produtos que sem dúvida já  surpreendem os principais e mais  renomados especialistas, porém também ainda pouco presentes até na sua região.

A vinícola Maria Maria, situada em uma  tradição região cafeeira de Minas Gerais, e cujas primeiras mudas de  videiras chegaram há exatos 10 anos na Fazenda Capetinga, teve quatro dos seus produtos reconhecidos entre os  melhores do mundo no disputadíssimo Decanter World Wine Awards, concurso  da Inglaterra que neste ano recebeu nada menos que cerca de 17 mil  amostras para avaliação, provindas de  57 países. Foram os vinhos:
– Diana Syrah 2017: Medalha de Prata;
– Sous Les Escaliers Nature: Medalha  de Prata;
– Elis Sauvignon Blanc 2018: Medalha  de Bronze;
– Cristina Gran Reserva Syrah 2016:  Comenda (Menção Honrosa).

Este também é uma exemplo dos avanços em técnicas de produção, qualidade superior e reconhecimento que foram alcançados pelo setor vinícola brasileiro, que já concorre sim lado a lado com os melhores exemplares internacionais.

Na maior e mais completa prova técnica de vinhos brasileiros, a Grande Prova Vinhos do Brasil (GPVB), que recentemente realizou sua 8a edição, o grande destaque ficou para o grande número de vinícolas que nunca haviam sido campeãs, mostrando a disseminação da alta qualidade no mercado, seja nas pequenas ou nas grandes produtoras. Apenas para se ter ideia neste ano foram avaliadas 1.071 amostras de 122 vinícolas, todas degustadas às cegas por 28 jurados, entre os quais os maiores especialistas brasileiros e sommeliers premiados.

Presente no mercado desde 1969, mas ainda assim talvez desconhecida em comparação às grandes e tradicionais vinícolas do País, a Castanho, de Jundiaí, a menos de 50 km da capital paulista, foi um dos destaques na GPVB, ficando em primeiro lugar na categoria Tinto Syrah com seu vinho Poesia Gran Reserva Syrah 2018, um vinho nobre, mas cujo valor de comercialização está abaixo dos R$ 70. Espumantes finas, vinhos de mesa, cachaças finas, licores e sucos também estão na linha da empresa. Ou seja um excelente fornecedor, de qualidade comprovada, próxima daquele que é considerado uma das principais capitais gastronômicas mundiais.

Vinícola Castanho - vinho poesia

São apenas três de mais de duas centenas de bons exemplos de vinhos e espumantes nacionais premiados em 2019, que estão lado a lado e em um patamar acima nas avaliações até de outros rótulos consagrados internacionais.

Nossa lista de exclusividades premiadas

Capa Edição 9 - Premiata 2019

Nossa última edição, com as bebidas mais premiadas internacionalmente. Clique e confira!

Foram muitos os concursos já realizados em 2019, principalmente os internacionais. Entre eles, selecionamos:
– Concurso Internacional Cittá del  Vino, em Roma, na Itália: em sua 18a. edição, foram 1.200  amostras de 14 países avaliadas por 84  especialistas;
– 35º International Wine Challenge  (IWC), realizado em Londres, no Reino  Unido: foram mais de mil amostras  provindas de 40 países, avaliadas por  400 degustadores de 38 países;
– Decanter World Wine Awards, Londres,  Reino Unido: em sua 13a. edição, o concurso avaliou cerca de 17 mil  amostras provindas 57 países;
– 26ª edição do Concours Mondial de  Bruxelles, Aigle, Suíça: foram 9.150  amostras de 46 países, com um júri  formado por 340 especialistas;
– 3ª edição do 5StarWines – The Book  2019, realizado em Verona, na Itália:  nesta edição, 3.500 amostras foram  degustadas por 84 especialistas das  quais 625 foram selecionadas e  incluídas no guia de referência;
– 20º VinAgora International Wine  Compatition 2019, em Budapeste, na  Hungria: foram 643 amostras inscritas  por 17 países, avaliadas por um júri  internacional formado por 50  especialistas;
– Challenge Du Vin França, Burdeos,  França:  5 mil amostras de 37 países foram avaliadas por cerca de 700 profissionais, no mais antigo concurso internacional de vinhos do mundo;
– Concurso Internacional de Vinos y  Espirituosos – CINVE, Cáceres, na  Espanha:  reuniu 800 amostras de 16  países, avaliadas por 40 especialistas;
– Thessaloniki International Wine  Competition – Concurso Internacional  de Vinhos e Destilados de  Thessaloniki, na Grécia: 866 amostras  de cinco países foram degustadas por  um júri internacional formado por 25  especialistas;
– Virtus International Awards,  realizado em Lisboa, Portugal: nesse  ano foram 462 amostras, entre vinhos,  destilados e azeites degustadas por 40  especialistas de sete países;
– Citadelles du Vin, Bordeaux, França:  cerca de 800 amostras de 40 países,  avalidos por 50 especialistas;
– Concurso Internacional “Ensenada  Tierra del Vino”: forma mais de 300  amostras julgadas vindas de países  como México, Estados Unidos,  Argentina, Espanha e Brasil;
– Bacchus Concurso Internacional de  Vinhos, Madri, Espanha: reuniu 1.650  amostras de 20 países, que foram  degustadas por um júri internacional  composto por 65 especialistas;
– Chardonnay du Monde, Borgonha,  França: 696 rótulos vindos de 36  países foram avaliados por mais de uma  centena de jurados internacionais;
– Vinalies Internationales, realizado  em Paris, França: reuniu 3.340  amostras de 45 países, avaliadas por  127 profissionais;
– The Best of Wine Weekend 2019, São  Paulo, Brasil: mais de 180 rótulos de  vinhos a uma degustação às cegas com  juri de  maios de 20 especialistas;
– 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil:  1072 amostras avaliadas de 122  vinícolas, em 41 categorias. Indicamos a seguir os campeões de cada uma das categorias, vinhos que se destacaram pela alta pontuação.
– Wine of Brazil Awards, Rio de Janeiro Brazil: participaram da disputa 156 vinícolas, das quais foram degustados 1.215 vinhos. Indicamos a seguir também aquelas que foram as melhores e os campeões de suas categorias.

Segue abaixo a lista, com as vinícolas em ordem alfabética e seus rótulos especiais premiados nestes concursos, a fim de que você possa conhecer e se convencer do enorme potencial, da grande variedade e da excepcional qualidade que já temos aqui presente no mercado brasileiro.

Abreu Garcia (SC)
– Abreu Garcia Ami Sauvignon Blanc 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Adolfo Lona (RS)
– Adolfo Lona Brut Rosé: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards,
– Adolfo Lona Mulier Nature Rosé: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Arbugeri
Arbugeri- Sfera Merlot 2013: Campeão da  Categoria Espumante Tinto Merlot na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil
– Sfera Viognier 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards
De Caxias do Sul, no RS, a Arbugeri tem uma tradição de mais de meio século na produção familiar e há quase 20 anos vem se dedicando a elaborar vinhos de uvas americanas com padrão elevado de qualidade. A empresa foi destaque em nossa última edição, que traz as bebidas brasileiras mais premiadas internacionalmente no período de janeiro de 2018 a abril de 2019. Veja AQUI a reportagem .

Aurora (RS)
– Aurora Espumante Brut: Medalha de Ouro no VinAgora International Wine  Competition; Comenda (Recomendado) no  International Wine Challenge; Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards; Medalha de Bronze no Thessaloniki International Wine  Competition e Medalha de Ouro no  Virtus International Awards
– Aurora Pequenas Partilhas Cabernet  Franc 2017: Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards e Medalha  de Prata no Challenge Du Vin
– Aurora Procedências Espumante Rosé  Brut: Medalha de Bronze no Decanter World Wine Awards
– Aurora Reserva Merlot Rosé 2018:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards
– Brazilian Soul Moscato Rosé: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards

Guia de Bolso Melhores Bebidas Melhores Drinques

Nossos Guias de Bolso, distribuídos em grandes eventos pelo País, trazem também excelentes opções para apreciadores. CLIQUE e veja nossa última edição

– Aurora Reserva Chardonnay 2017:  Medalha Gran Bacchus (equivalente a  Ouro Duplo) no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos; Medalha de  Prata no Virtus International Awards; Comenda (Menção Honrosa) no Decanter World Wine Awards e Medalha de Prata  no Concurso Internacional de Vinos y  Espirituosos – CINVE, e Medalha Grande  Ouro no The Best Wine Weekend 2019;
– Brazilian Soul Moscato: Medalha de  Prata no VinAgora International Wine Competition e  Medalha de Prata no  Vinalies Internationales;
– Aurora Reserva Merlot 2017: Medalha  de Ouro no Challenge Du Vin;
– Brazilian Soul Premium Selections  Tannat 2017: Medalha de Ouro no  Challenge Du Vin;
– Aurora Espumante Moscatel Branco:  Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards; Medalha de Ouro no Vinalies  Internationales; Medalha de Prata no Thessaloniki International Wine  Competition, e Medalha de Prata no Bacchus Concurso Internacional de  Vinhos;
– Aurora Pinto Bandeira Espumante  Extra Brut: Medalha de Ouro no Vinalies Internationales;
– Aurora Moscatel Rosé: Medalha de  Prata no The Best Wine Weekend 2019;
– Aurora Procedências Chardonnay Brut:  Medalha de Prata no Chardonnay du  Monde,
– Aurora Procedências Brut: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Basso (MG)
– Virtus Brut Monte Paschoal Charmat  2019: Campeão da Categoria Espumante Brut Branco Charmat na 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil,
– Dedicato Pinot Noir Monte Paschoal 2014: Campeão da Categoria Tinto Pinot  Noir na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil.

Barão de Petrópolis (RJ)
– Barão de Petrópolis Tannat Clássico  2014: Campeão da Categoria Tinto Tannat na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil.

Bertolini (RS)
– Bertolini Teroldego 2012: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards

Bueno Wines Anima Gran ReservaBueno Wines (RS)
– Bueno Anima Gran Reserva 2015:  Medalha de Ouro no Concours Mondial de Bruxelles e Medalha de Prata no  Bacchus Concurso Internacional de Vinhos.

Campestre (RS)
– Zanotto Espumante Brut: Medalha de  Prata no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos, Medalha de  Bronze no International Wine Challenge  e Medalha de Prata no Challenge Du Vin;
– Zanotto Merlot 2016: Medalha de  Bronze no International Wine Challenge;
– Zanotto Cabernet Sauvignon 2016:  Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge, Medalha de Prata no  Concours Mondial de Bruxelles, Medalha  de Ouro no Challenge Du Vin, e Medalha  de Prata no Virtus International  Awards;
– Zanotto Espumante Moscatel: Medalha  de Ouro no Citadelles Du Vin, Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge e Medalha de Bronze no  Challenge Du Vin;
– Zanotto Pinot Noir 2018: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Zanotto Tannat 2017: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Zanotto Chardonnay: Medalha de Prata  no Virtus International Awards;
– Zanotto Merlot: Medalha de Prata no  Virtus International Awards,
– Zanotto Rosé Merlot: Medalha de  Prata no Virtus International Awards.

Cão Perdigueiro (Vinhos Rigon)
– Cão Perdigueiro Trebbiano 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Cárdenas
Vinícola Cardenas- Pássaro da Lua Petit Verdot 2014:  Campeão da Categoria Tinto Petit  Verdot na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil,
– Meninas do Vinhedo Pinot Noir 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Casa Fontanari
– Casa Fontanari Nebbiolo 2016: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Casa Geraldo
– Casa Geraldo Alma Sauvignon Blanc  2018: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge;
– Casa Geraldo Segredo Cabernet  Sauvignon 2013: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge;
– Casa Geraldo Arte Chardonnay 2016:   Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge;
– Casa Geraldo Colheita de Inverno  Moscato Colheita Tardia 2017:  Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Casa Geraldo Colheita de Inverno  Syrah Rosé 2018:  Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge
– Casa Geraldo Shiraz 2017:  Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Casa Geraldo Sauvignon Blanc Alma  2018: Medalha de Bronze no Decanter  World Wine Awards;
– Casa Geraldo Syrah 2017: Medalha de  Bronze no Decanter World Wine Awards;
– Casa Geraldo Syrah Colheita de  Inverno 2016: Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards.

Casa Verrone (SP)
– Casa Verrone Sauvignon Blanc 2018:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Casa Verrone Speciale Syrah 2017:  Medalha de Bronze no Decanter World Wine Awards;
– Casa Verrone Syrah 2018: Medalha de  Bronze no Decanter World Wine Awards.

Casa Verrone

Castanho (SP)
– Poesia Gran Reserva Syrah 2018:  Campeão da Categoria Tinto Syrah na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil.

Cave Antiga (RS)
– Cave Antiga Moscatel Antigo 2010: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Cheti (MG)
– Cheti Brut Rose: Campeão da  Categoria Espumante Brut Rosé Charmat  na 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil.

Courmayer MoscatelCourmayeur do Brasil (RS)
– Courmayeur Espumante Brut: Medalha  de Prata no International Wine  Challenge;
– Courmayeur Moscatel: Campeão da  Categoria Espumante Moscatel Branco na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Courmayeur Essencial Ancellotta 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

CRS Brands (SP)
– Georges Aubert Espumante Brut 2018:  Medalha de Bronze no International  Wine Challenge.

Don Affonso (RS)
– Sauvignon Blanc Don Affonso: Campeão  da Categoria Branco Sauvignon Blanc na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil.

Don Giovanni (RS)
– Don Giovanni Ouro Extra Brut:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Stravaganzza Demi Sec Champenoise:  Campeão da Categoria Espumante Demi- Sec Branco Champenoise na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Don Giovanni Brut: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards e Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Don Guerino (RS)
– Don Guerino Moscatel: Medalha de  Prata no The Best Wine Weekend 2019;
– Don Guerino Terroir Selection 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Enos (RS)
– Enos Gran Reserva Touriga Nacional 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Estrelas do Brasil ProseccoEstrelas do Brasil (RS)
– Estrelas do Brasil Nature Rose 2013:  Campeão da Categoria Espumante Extra- Brut e Nature Rosé (Charmat e  Champenoise) na 8ª Grande Prova Vinhos  do Brasil;
– Estrelas do Brasil Prosecco: Campeão  da Categoria Espumante Prosecco/Glera  (Charmat e Champenoise) na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Dall’Agnol Superiore Tannat 2008:  Campeão da Categoria Tinto Tannat na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil.

Fabian (RS)
– Cabernet Sauvignon Reserva Fabian:  Campeão da Categoria Tinto Cabernet  Sauvignon na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil

Família Lemos de Almeida (RS)
– Lemos de Almeida Capella dos Campos Alvarinho: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards

Faccin (RS)
– Faccin Malvasia Bianca 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards
– Faccin Riesling Itálico 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards

Franco Italiano (PR)
– Censurato Cabernet Sauvignon 2011:  Campeão da Categoria Tinto Cabernet  Sauvignon na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil
– Wine Club Franco Italiano Teroldego  2011: Campeão da Categoria Tinto  Teroldego na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil

Ferracini Demi SecFerracini (SP)
– Ferracini Demi-Sec: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards

Garibaldi (RS)
– Garibaldi Espumante Chardonnay Brut:  Medalha de Ouro no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos, Medalha de  Ouro e Considerado “Best Sparkling” no  Thessaloniki International Wine  Competition, Medalha de Ouro no  Citadelles Du Vin, Medalha de Bronze  no International Wine Challenge,  Medalha de Prata no VinAgora  International Wine Competition,  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards, Medalha de Prata no  Challenge Du Vin e Medalha de Ouro no  Concurso Internacional de Vinos y  Espirituosos – CINVE,  Medalha de  Prata no Virtus International Awards;
– Garibaldi Espumante Moscatel:  Medalha de Ouro no Concurso  Internacional “Ensenada Tierra del  Vino”, Medalha de Ouro no Vinalies  Internationales, Medalha de Ouro no  Citadelles Du Vin, Medalha de Bronze  no International Wine Challenge,  Medalha de Prata no VinAgora  International Wine Competition,  Medalha de Ouro no Challenge Du Vin e  Medalha de Ouro no Concurso  Internacional de Vinos y Espirituosos  – CINVE, e Medalha de Bronze no  Thessaloniki International Wine  Competition;
– Garibaldi Espumante Moscatel Rosé:  Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge e Medalha de Ouro no  Challenge Du Vin;
– Garibaldi Espumante Pinot Noir Brut:  Medalha de Ouro no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos, Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge e Medalha de Prata no  Concurso Internacional de Vinos y  Espirituosos – CINVE;
– Garibaldi Espumante Prosecco Brut:  Medalha de Prata no Concurso  Internacional “Ensenada Tierra del  Vino”, Medalha de Ouro no Citadelles  Du Vin, Medalha de Ouro no Virtus  International Awards, Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge, Destaque no  5StarWines –  The Book 2019; Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards e Medalha  de Prata no VinAgora International  Wine Competition, e Medalha de Prata  no Thessaloniki International Wine  Competition;
– Garibaldi Espumante Moscatel 2018:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards e Campeão da Categoria  Espumante Moscatel Branco na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Garibaldi Espumante Pinot Noir Rosé  2018: Comenda (Menção Honrosa) no  Decanter World Wine Awards
– Garibaldi Espumante Amaze Chardonnay  2018: Medalha de Prata no Concurso  Internacional de Vinos y Espirituosos  – CINVE;
– Garibaldi Vero Espumante Demi-Sec:  Medalha de Bronze no Thessaloniki  International Wine Competition e  Campeão da Categoria Espumante Demi- Sec Branco Charmat na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Chalet du Clermont Chardonnay    2018:  Medalha de Prata no Chardonnay du  Monde.

Geisse (RS)
– Victoria Geisse Extra Brut Vintage  Gran Reserva: Campeão da Categoria  Espumante Extra-Brut Branco (Charmat e  Champenoise) na 8ª Grande Prova Vinhos  do Brasil;
– Victoria Geisse Extra Brut Rosé Vintage: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Gheller SempiternoGheller (RS)
– Gheller Sempiterno Tannat 2014: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Góes (SP)
– Saint Tropez: Comenda (Recomendado)  no International Wine Challenge;
– Tempos Míneres 2017: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
–  Tempos Philosophia Cabernet Franc  2017: Comenda (Menção Honrosa) no  Decanter World Wine Awards.

Guaspari (SP)
– Guaspari Vista do Lago 2015: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Vale da Pedra Branco 2016: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Guaspari Vale da Pedra Tinto 2017: Medalha de Prata no Decanter World  Wine Awards;
– Guaspari Vale da Pedra Branco 2017:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Guaspari Vista da Mata Cabernet  Franc e Cabernet Sauvignon 2016:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Guaspari Chardonnay Vista do Lago 2016: Medalha de Ouro no Chardonnay du  Monde e Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Guaspari Vista da Serra Syrah 2016: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Jolimont (RS)
– Jolimont Gran Reserva Cabernet  Sauvignon 2008: Medalha de Prata no  Vinalies Internationales Medalha de  Prata no Concours Mondial de Bruxelles  e Medalha de Ouro no Challenge Du Vin;
– Jolimont Pinot Noir 2015: Medalha de  Ouro no Challenge Du Vin.

Suco de Uva KranzKranz (SC)
– Kranz Merlot 2008: Campeão da  Categoria Tinto Merlot na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Kranz Suco de Uva Integral 2019:  Campeão da Categoria Suco de Uva  Integral Tinto na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil.

Lidio Carraro (RS)
– Lidio Carraro Bianco Macerato 2011: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Livimport (RJ)
– Livimport Ferragani Prosecco: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Vivatto Brut 2018: Campeão da  Categoria Espumante Brut Branco  Charmat na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil.

Leone di Venezia (SC)
Leone Rialto- Leone di Venezia Gewurztraminer:  Campeão da Categoria Branco  Gewurztraminer na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Leone di Venezia Oro Vecchio 2018:  Campeão da Categoria Branco de Outras  Castas e Cortes na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Leone di Venezia Sangiovese 2017:  Campeão da Categoria Tinto Sangiovese  na 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Leone di Venezia Rialto 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Maison Forestier (Gran Legado) (RS)
– Gran Legado Espumante Moscatel:  Medalha de Prata no International Wine  Challenge;
– Forestier Espumante Blanc de Blancs  Brut: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge;
– Gran Legado Espumante Champenoise  Branco Brut: Comenda (Recomendado) no  International Wine Challenge.

Malgarim (RS)
Malgarim Tempranillo- Malgarim Tempranillo Essência 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Máximo Boschi (RS)
– Máximo Boschi: Medalha de Prata no  The Best Wine Weekend 2019;
– Máximo Boschi Biografia Extra-Brut 36 meses 2012: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Maximo Boschi Biografia Cabernet Sauvignon 2009: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Maria Maria (MG)
– Diana Syrah 2017: Medalha de Prata  no Decanter World Wine Awards;
– Sous Les Escaliers Nature: Medalha  de Prata no Decanter World Wine Awards;
– Elis Sauvignon Blanc 2018: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Cristina Gran Reserva Syrah 2016:  Comenda (Menção Honrosa) no Decanter  World Wine Awards.

Milantino (RS)
– Milantino Gran Vino 2008: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Miolo (RS)
–  Miolo Cuvée Tradition Brut Rosé  2016: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge.
– Miolo Millésime Espumante Brut 2015:  Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge;
– Miolo Merlot Terroir 2015: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Miolo Single Vineyard Touriga  Nacional 2017: Medalha de Ouro no  Virtus International Awards;
– Quinta do Seival Cabernet Sauvignon  2015: Medalha de Prata no Vinalies  Internationales;
– Terranova Brut Rosé: Campeão da  Categoria Espumante Brut Rosé Charmat  na 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Miolo Single Vineyard Touriga  Nacional 2018: Campeão da Categoria  Tinto Touriga Nacional na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Miolo Seleção Rosé 2019: Campeão da  Categoria Rosé na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Miolo Seleção Cabernet Sauvignon /  Merlot 2017: Campeão da Categoria Bag  in Box na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil;
– Miolo Reserva Chardonnay 2017:     Medalha de Ouro no Chardonnay du Monde;
– Miolo Single Vineyard Riesling Johannisberg 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Miolo Late Harvest 2012 Viognier Gewurztraminer: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Monte Reale (RS)
Monte Reale vinhos finos- Montereale Valdemiz Videiras Moscato Giallo 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;

Nova Aliança (RS)
– Santa Colina Espumante Moscatel  2018: Comenda (Recomendado) no  International Wine Challenge;
– Aliança Espumante Moscatel 2019:   Medalha Gran Cinve (equivalente a Ouro  Duplo) no Concurso Internacional de  Vinos y Espirituosos – CINVE;
– Aliança Espumante Brut: Medalha de  Prata no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos.

Panceri (SC)
– Panceri Demi-Sec Rosé: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Panizzon (RS)
– Panizzon Espumante Chardonnay:  Medalha de Ouro no Chardonnay du Monde  e Medalha de Bronze no Thessaloniki  International Wine Competition;
– Panizzon Moscatel: Campeão da  Categoria Espumante Moscatel Branco na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Panizzon Ancellotta 2015: Campeão da  Categoria Tinto Ancellotta na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Panizzon Montepulciano 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

PeculiarePeculiare (RS)
– Peculiare Suco de Uva Branco  Integral: Campeão da Categoria Suco de Uva Integral Branco na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil.

Peterlongo (RS)
– Privilege Extra Brut: Medalha de  Prata no International Wine Challenge;
– Peterlongo Prosecco: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Privilege Espumante Brut: Medalha de  Prata no Decanter World Wine Awards;
– Armando Memórias Teroldego 2016:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Armando Teroldego 2016: Medalha de  Ouro no Challenge Du Vin.

Perini (RS)
– Casa Perini Espumante Tradicional  Brut: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge;
– Casa Perini Fração Única Merlot  2015: Comenda (Recomendado) no  International Wine Challenge;
– Casa Perini Espumante Brut:  Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
–  Fração Única Mertot 2015: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Casa Perini Macaw Moscato 2018:  Campeão da Categoria Branco Moscatona  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil,
– Casa Perini Moscatel Aquarela Rosé: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Pizzato (RS)
Pizzato vinho premiado 2019- Pizzato Brut Branco Tradicional  D.O.V.V. 2017: Campeão da Categoria  Espumante Brut Branco Champenois na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Pizzato Legno Chardonnay Gran  Reserva D.O.V.V. 2018: Campeão da  Categoria Branco Chardonnay na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Pizzato Merlot de Merlots Reserva  D.O.V.V. 2015: Campeão da Categoria  Espumante Tinto Merlot na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Pizzato Alicante Bouschet Reserva  2015: Campeão da Categoria Tinto de  Outras Castas na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil,
– Pizzato DNA99 2014: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.
Mulpremiada anualmeente, a Pizzato Vinhas e Vinhos é uma vinícola e vinhedo de propriedade da Família Plínio Pizzato dedicada a produção de uvas finas e elaboração de vinhos e espumantes finos. Também foi destaque em nossa última edição com as bebidas mais premiadas no período 2018-2019. Veja AQUI a reportagem completa.

RAR (RS)
– RAR Collezione Viognier 2015:  Campeão da Categoria  Branco Viognier  na 8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– RAR Reserva de Família  Cabernet/Merlot 2015: Campeão da  Categoria Tinto Cortes na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil;
– Rar Collezione Gewürztraminer 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Rio Sol (PE)
Rio Sol PE- Rio Sol Tempranillo 2017: Campeão da  Categoria Tinto Tempranillo na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil.
A Rio Sol é também outra empresa que todo ano se destaca por diversas premiações recebidas, muitas delas internacionais. Por essa razão fez parte de nosso seleto time em destaque na última edição. VEJA AQUI a reportagem.

Salton (RS)
– Alma Espumante Brut: Medalha de  Bronze no International Wine Challenge;
– Salton Espumante Brut Rosé: Medalha  de Bronze no International Wine  Challenge; Medalha de Prata no  Decanter World Wine Awards, Medalha de  Prata no Concours Mondial de Bruxelles;
– Salton Intenso Marselan 2017:  Medalha de Bronze no International  Wine Challenge e Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards;
– Salton Espumante Brut: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge e Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards;
– Salton Espumante Prosecco: Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge;
– Salton Desejo 2015: Medalha de  Bronze no Decanter World Wine Awards;
– Salton Espumante Moscatel: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Salton Espumante Prosecco Brut:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Salton Espumante Reserva Ouro:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Salton Evidence Espumante: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Salton Intenso Chardonnay 2018:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Salton Virtude Chardonnay 2017:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Séries By Salton Espumante Brut  Rosé: Séries By Salton Espumante  Moscatel;
– Séries By Salton Espumante Moscatel:  Séries By Salton Espumante Moscatel;
– Salton Intenso Tannat 2017: Comenda  (Menção Honrosa) no Decanter World  Wine Awards.

Suzin Intrigante Pertit VerdotSuzin (SC)
– Suzin Petit Verdot 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Urupema (SC)
– Sincelo Malbec 2014: Campeão da  Categoria Tinto Malbec na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil.

Valduga (RS)
– Casa Valduga Terroir Pinot Noir  2018: Medalha de Ouro no Concurso  Internacional Cittá del Vino e Medalha  de Bronze no International Wine  Challenge;
– Casa Valduga Leopoldina Chardonnay  2018: Medalha de Bronze no  International Wine Challenge;
– Ponto Nero Cult Espumante Brut Rosé:  Medalha de Ouro no Virtus  International Awards, Medalha de  Bronze no International Wine Challenge   e Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards;
– Casa Valduga 130 Espumante Brut  Rosé: Comenda (Recomendado) no  International Wine Challenge e Medalha  de Prata no Concours Mondial de  Bruxelles e Campeão da Categoria  Espumante Brut Rosé Champenoise na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil;
Casa Valduga Villa Lobos- Casa Valduga Villa Lobos 2012:  Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge;
– Ponto Nero Cult Espumante Brut:  Medalha de Prata no Bacchus Concurso  Internacional de Vinhos, Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge; Medalha de Prata no  Decanter World Wine Awards, Medalha de  Prata no Challenge Du Vin e Medalha de  Prata no Thessaloniki International  Wine Competition;
– Ponto Nero Live Celebration  Espumante Rosé Brut: Medalha de Prata  no Citadelles Du Vin, Comenda  (Recomendado) no International Wine  Challenge, Medalha de Bronze no  Decanter World Wine Awards, e Medalha  de Grande Ouro (Ouro Duplo) no Virtus  International Awards;
– Valduga Terroir Exclusivo Viognier  2018: Medalha de Prata no Decanter  World Wine Awards;
– Ponto Nero Live Celebration Glera:  Medalha de Bronze no Decanter World  Wine Awards e Medalha de Ouro no  Challenge Du Vin;
– Valduga Terroir Merlot 2015: Medalha  de Bronze no Decanter World Wine  Awards;
– Valduga Espumante 130 Anos Brut  Blanc de Noir: Comenda (Menção  Honrosa) no Decanter World Wine Awards  e Medalha de Ouro no Virtus  International Awards;
– Villa Lobos Cabernet Sauvignon 2012:  Comenda (Menção Honrosa) no Decanter  World Wine Awards e Medalha de Bronze  no Thessaloniki International Wine  Competition;
Linha Ponto Nero- Ponto Nero Espumante Brut Rosé:  Destaque no 5StarWines – The Book 2019;
– Ponto Nero Live Celebration  Moscatel: Medalha de Bronze no  Challenge Du Vin;
– Terroir Exclusivo Tannat 2015:  Medalha de Prata no Concurso  Internacional de Vinos y Espirituosos  – CINVE e Medalha de Bronze no  Thessaloniki International Wine  Competition;
– Ponto Nero Celebration Brut: Medalha  de Bronze no Thessaloniki  International Wine Competition;
– Ponto Nero Celebration Moscatel:  Medalha de Prata no Thessaloniki  International Wine Competition;
– Valduga Gran Reserva Chardonnay  2018: Medalha de Prata no Thessaloniki  International Wine Competition;
– Casa Valduga 130 Espumante Brut:  Medalha de Prata no Virtus  International Awards;
– Casa Valduga Gran Villa Lobos 2012:  Medalha de Ouro no Citadelles du Vin;
– Gran Leopoldina Chardonnay D.O.  2017: Medalha de Ouro no Citadelles Du  Vin e Medalha de Prata no Vinalies  Internationales;
– Casa Valduga Gran Leopoldina  Chardonnay 2018: Medalha de Prata no  Bacchus Concurso Internacional de  Vinhos e Medalha de Prata no  Chardonnay du Monde;
– Casa Valduga Naturelle Moscatel  Rosé: Campeão da Categoria Espumante  Moscatel e Demi-Sec Rosé (Charmat e  Champenoise) na 8ª Grande Prova Vinhos  do Brasil;
– Casa Valduga Late Harvest: Campeão  da Categoria Doces e Fortificados na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil.
Reconhecida em todo o mundo como uma das melhores vinícolas brasileiras, a Valduga foi destaque em duas reportagens em nossa última edição de bebidas brasileiras mais premiadas internacionalmente. CONFIRA AQUI.

Viapiana (RS)
– Viapiana Marselan 2013: Campeão da  Categoria Tinto Marselan na 8ª Grande  Prova Vinhos do Brasil
– Viapiana Nebbiolo 2015: Campeão da  Categoria Tinto Super Premium na 8ª  Grande Prova Vinhos do Brasil
– Viapiana 575: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards
A Viapaina é também outra vinícola multipremiada e com cuidado especial em cada detalhe. Para saber mais da empresa CLIQUE AQUI.

Viapiana ilustrativa

Valmarino (RS)
– Valmarino Brut Tradicional 2015 –  Campeão da Categoria Espumante Brut  Branco Champenois na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Valmarino Nature Champenoise 2013:  Campeão da Categoria Espumante Extra- Brut Branco (Charmat e Champenoise) na  8ª Grande Prova Vinhos do Brasil;
– Valmarino Cabernet Franc ANO XXI  2016: Campeão da Categoria Tinto  Cabernet Franc na 8ª Grande Prova  Vinhos do Brasil;
– Valmarino Nature Sur Lie 2015: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Valmarino Cabernet Franc Ano XXII 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Villaggio Conti (SC)
Villagio Conti Pignolo- Villaggio Conti Ribolla Gialla 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Villaggio Conti Rosso d’Altezza 2017 Sangiovese: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Villaggio Conti Pignolo 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.
A Villaggio Conti foi destaque de uma de nossas últimas edições, que destacou ótimos rótulos presente em um restaurante estrelado no Guia Michelin, o Picchi, na capital paulista. Confira AQUI a reportagem.

Villa Francioni (SC)
– Villa Francioni Rosé 2018: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards;
– Villa Francioni Cabernet Sauvignon Colheita Tardia 2006: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Vinhética (RS)
– Vinhetica Terroir d´Éffervescence Brut Rosé: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards.

Villa Mosconi (MG)
Villa Mosconi Riesling- Villa Mosconi Riesling 2017: Campeão  da Categoria Branco Riesling Itálico e  Renano na 8ª Grande Prova Vinhos do  Brasil.

Vitis (RS)
– Amitié Espumante Brut 2018: Medalha  de Bronze no International Wine  Challenge
– Amitié Espumante Moscatel 2018:  Comenda (Recomendado) no International  Wine Challenge
– Amitié Cuvee Espumante Brut 2018:  Medalha de Prata no Decanter World  Wine Awards

Weber (RS)
– Weber Instantes Marselan 2017: Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards

Zanella (RS)
– Villa de Vinhas Brut Rosé Campeão da  Categoria Espumante Brut Rosé  Champenoise na 8ª Grande Prova Vinhos  do Brasil

 

Por fim, para finalizar a reportagem, além dos vinhos premiados citados acima, podemos ainda destacar a ótima produção de brandies nacionais de muitas dessas empresas. Inclusive o Brandy XO, da Campos de Cima (RS) foi Considerado o Melhor de Sua Categoria no Wine of Brazil Awards, recebendo o título de “Melhor do Brasil”.

XO Brandy Campos de Cimpa

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

5 + seis =

Tradição e Excelência em Destilados

Acesse na íntegra nossa última edição!

Entre as mais premiadas no mundo

De renome internacional

Na mais alta patente da qualidade

Premiada no Oscar da Cerveja Mundial

Impossível não ter na sua carta

Opção de excelência

Paulista multipremiada

Premiada cervejaria paulista

Pureza e suavidade desde 1932

Gim brasileiro de destaque mundial

Excelência do terroir gaúcho

Muita brasilidade, tradição e qualidade

Destilado Premiado e Cervejas Especiais

Entre as melhores cervejas brasileiras

Um toque a mais de excelência

Entre as mais premiadas do País

Maior encontro do destilado fino nacional

Maior evento de drinques do mundo em SP

O verdadeiro destilado ancestral brasileiro

Premiada na China, na Polônia …

Entre os melhores destilados do mundo

Companheira de todos os momentos

Simplesmente no topo das avaliações

Cerveja Brasileira Conquistando o Mundo

Linha excepcional

Espíritos especiais e brasileiros