Revista Carta Premium

SEM TABUS: ‘Leite dos leões’, licor ‘elixir da vida’, absinto nacional e em versão ice, aguardente ‘anestésica’ ou de mandioca e gim com cachaça

SEM TABUS: ‘Leite dos leões’, licor ‘elixir da vida’, absinto nacional e em versão ice, aguardente ‘anestésica’ ou de mandioca e gim com cachaça

SEM TABUS: ‘Leite dos leões’, licor ‘elixir da vida’, absinto nacional e em versão ice, aguardente ‘anestésica’ ou de mandioca e gim com cachaça
maio 30
23:49 2017

Em um mercado em que os apreciadores são ávidos pela inovação, mas inovação com muita qualidade, ter produtos diferenciadíssimos na carta não só pode encantar como também surpreender e aquecer inclusive as vendas em bares, bistrôs, hotéis e restaurantes, principalmente pelo por um dos fatores mais importantes em um pedido: o querer experimentar.

Além disso, em tempos de dólar instável e alto, o que interfere diretamente no preço dos importados, de redução no consumo devido à instabilidade econômica, e em que a gastronomia cada vez mais consolida o apreço
pelos produtos nacionais e regionais, a aposta na inovação brasileira é uma ótima saída para empreendedores
e profissionais de A&B apostarem na criatividade e em produtos brasileiros de reconhecida qualidade.

Mesmo há pouco tempo no mercado, um gim nacional vem conquistando profissionais da área de mixologia e
apreciadores por todo o Brasil, mas um dos principais mercados gastronômicos mundiais, a capital paulista. E a bebida, mesmo fabricada em pequenos lotes, já se faz presente na carta de mais de 40 empreendimentos.

Virga - ilustrativa 123

Fruto de tradição holandesa e brasileira em destilados, muita pesquisa e inovação, e excelente para coquetelaria, o Gim artesanal brasileiro Virga é o primeiro a levar pequenas doses de cachaça na sua composição, diferenciando na questão sabor e também aromas. “Um dos diferenciais do Virga é a destilação em alambique de cobre utilizado para fazer cachaça. O uso desse alambique de cobre é não só uma homenagem à nossa bebida nacional, cachaça, mas também é para trazer as melhores características de excelência desse destilado para o nosso gim. As doses de cachaça de alambique na composição que utilizamos também trazem um diferencial sensorial, pois a maioria dos gins mundiais são elaborados apenas com álcool neutro, que também está presente em nosso gim. Mas prevalece essa pequena quantidade de álcool não neutro que tem aromas primários, bem diferente do etanol, oriundos também da matéria-prima que é a cana-de-açúcar”, detalha Felipe Jannuzzi, sócio-proprietário e produtor do Virga. (Veja reportagem completa)

Com um pouco mais de tempo e já presente na carta de importantes empreendimentos como Fasano (RJ), Praia Ipanema Hotel (RJ), Caesar Park (RJ), Tivoli (SP) e Copacabana Palace (RJ), a Guaaja Tiquira é uma bebida premium que também já vem se destacando ao lado dos melhores destilados nacionais. Muitos são os aspectos que diferenciam o produto dos demais destilados existentes no mercado nacional e internacional, a começar pela sua matéria-prima com raiz na tradição cultural dos primeiros habitantes do Brasil. Contudo, para entender melhor esse diferencial, é preciso conhecer um pouco de sua origem, de sua história e de seus empreendedores.

Tiquira - ilustrativa 123

Destilado extraído da raiz de mandioca, ainda hoje processado por artesãos e microprodutores de forma primitiva e rudimentar, a tiquira é ainda desconhecida em quase todo o Brasil e também no exterior. “Encontrava-se esquecida, tendo deixado uma lacuna nesse segmento da gastronomia mundial. É um produto 100% nacional, com enormes
perspectivas no mercado externo. A Guaaja Tiquira é um destilado de mandioca com teor alcoólico de 40º C. Em seu processo de produção, todas as garrafas são lavadas com o próprio produto antes do engarrafamento, de forma a garantia o seu grau de pureza e excelência”, destaca Margot Stinglwagner, sócia-diretora. (Veja matéria exclusiva)

Absinto em pauta

Bebida queridinha de bartenders internacionais e principalmente consumidores pela sua estigma dos efeitos alucinó-
genos, tendo sido até considerado “droga de massa” em sua história, o absinto não é mais proibido no Brasil, mas Absinto Lautrec - Dubartem restrições quanto ao seu teor alcoólico devido à legislação brasileira. A proibição da bebida vigorou por quase 80 anos, mas desde os anos 2000 a bebida teve a venda liberada. Entretanto diferente do mercado internacional, onde podem ser encontradas versões com até 90% de teor alcoólico, no Brasil a bebida só pode ser comercializada com máximo de 54%. Apesar do certo tabu ainda existente quanto a produtos nacionais, há versões de boa qualidade disponíveis no mercado e que podem substituir satisfatoriamente as marcas importadas. Centenária no ramo de bebidas, fundada em 1913 pela Companhia Antarctica Paulista, e hoje pertencente ao Grupo francês Marie Brizard Wine & Spirits, a Dubar tem em sua linha de produtos o Absinto Lautrec, de tradicional receita francesa. Foi uma das primeiras empresas brasileiras a voltar a fabricar o produto após anos de proibição. Tal qual a tradição, o aperitivo de absinto Lautrec pode ser degustado puro ou com gelo picado e, também com açúcar. Para um drinque refrescante, basta misturá-lo com folhas de hortelã maceradas, um pouco de açúcar e muito gelo picado, ou ainda com Soda Limonada.

Para atender ao crescente mercado dos Ices e em especial o público jovem, a empresa também criou a versão Absinto Lautrec Ice, uma bebida bem refrescante, com sabor diferenciado de absinto e alta qualidade. Na linha de produtos da empresa também estão vodcas, como a Sobieski, destilada na Polônia e engarrafada no Brasil, também disponível na versão premium Estate, a famosa vodca premium Danzka, a cachaça Canamar, em versões prata e ouro, o licor especial Fogo Paulista, disponivel na versão Signature, feito à base de plantas selecionadas e mel de abelhas e frutas tropicais como açaí e guaraná, o brandy Dubar 5 Estrelas, que Arak - Alvoradapode ser tomado puro ou em coquetéis e até aquecido no inverno, sem perder suas qualidades, além do uso culinário em doces e salgados, principalmente em sobremesas flambadas; o diferenciado Steinhäger Löewe, entre outras bebidas.

Falando em absinto…também podemos falar de arak e de pisco

Entre outros poucos absintos produzidos no Brasil e presentes no mercado estão o da Alvorada, que produz a marca Habitué, com graduação alcoólica de 50%. Entre seus ingredientes estão anis e uma diversidade de ervas . A Alvorada produz também o Arak Habitué. O Arak é uma bebida destilada do anis, incolor, não adoçada, com sabor de anis, também classificada como aperitivo. É uma bebida tradicional de regiões como a Palestina, Israel, Líbano, Jordânia, Iraque e Síria, que deve ser bebido diluído em água ou servido puro com gelo. É conhecido como “leite dos leões” porque, transparente em sua forma pura, ganha um aspecto parecido com o leite após a adição de água. Ainda pouco usado na coquetelaria brasileira, apesar de ter ganhado notoriedade nos últimos anos, vai muito bem em receitas de drinques com maracujá e morango, entre outrasfrutas.

Outros absinto disponível no mercado é da Importadora Uniland, empresa fundada em 1997 com a proposta de desenvolver a exportação de produtos alimentícios e de bebidas brasileiras. O absinto Camargo é um dos destaques na linha da empresa. O Absinto Camargo foi o primeiro lançado no Brasil quando a proibição a esse tipo de bebidadeixou de existir, tendo sido lançado no mercado meses antes do Lautrec. Pela sua qualidade, o drinque Blue Absinto, com receita impressa no contra-rótulo do produto, foi premiado com a Medalha de Bronze no Drinks International Cocktail Challenge de 2002. Produzido segundo uma receita franco-suíça de 1900, o produto Absinto Camargoé fabricado em São Paulo, no interior paulista, utilizando todas as plantas e ervas legítimas, importadas da Europa: Artemisa absinthium e Artemisia ontica, anis verde e estrelado, funcho, hissopo, angelica, melissa, coentro e mais algumas ervas aromáticas. A receita consagrou a composição do Absinto Camargo como a mais sofisticada disponível no Brasil.

Outra bebida produzida no Brasil pela empresa é o Pisco Viña del Mar. O Pisco é um destilado de uvas originado no Peru e também muito difundido no Chile. A Uniland foi a primeira a produzir a bebida no País. O Pisco Viña del Mar é fermentado e destilado de uvas do tipo Lorena. Trata-se de variedade desenvolvida pela Embrapa a partir
da Moscatel e que traz, principalmente em nariz, características desta mas também da Malvasia.

Além disso, têm maior teor de açúcar, o que ajuda também ao pequeno produtor rural que as vende pela combinação dos fatores peso e quantidade de açúcar, tornando o produto social e economicamente sustentável desde o campo.

Outro destaque da Uniland é o licor importado Brecherovka, uma receita tradicional de licor da República Tcheca, conhecido como o “Elixir da Vida”. Trata-se de um licor 100% natural, obtido por meio de um blend de ervas e temperos, açúcares naturais e água do Rio Karlov. É uma bebida sem nenhum tipo de conservante, corante ou emulsificador artificial, ao contrário da maioria dos licores. Sua receita é mantida inalterada desde 1807, época em que Jan Becher, seu criador, a produziu pela primeira vez. Desde então, apenas o processo de produção foi modernizado. Por trazer apenas elementos naturais, a Becherovka é uma bebida “viva” em que cada lote traz sutis variações, conferindo-lhes identidade e caráter únicos. Suas notas predominantes são de canela,
cravo, carvalho e gengibre, mas muitas outros tons podem ser encontrados nessa complexa bebida que
leva mais de 30 ingredientes em sua formulação.

Hoje, apenas duas pessoas conhecem o segredo de sua formulação e têm permissão para entrar na exclusiva “Drogikamr“, a sala onde são misturadas e preparadas as ervas que compõem a bebida. Deve ser servida fria ou gelada, como digestivo ou como “schnapps”, acompanhando uma boa cerveja tcheca. Pode também compor o drinque tcheco Beton– uma mistura de Becherovka, limão e água tônica. Além disso, a Becherovka e o Absinto Camargo são ingredientes para o White Sazerac, um drinque que fez um sucesso enorme no ano passado na Europa, especialmente na Escandinávia, onde a Aquavit, base alcoólica do citado drinque, é muito consumida.

A Uniland também tem se destacado ainda no mercado nacional na área de cervejas importadas, trazendo os melhores produtos dos principais países produtores, muitos rótulos consagrados e premiados internacionalmente.

cervejas_uniland

“Cachaça anestésica”?

Produzida pelo Engenho Buriti, produtor das premiadas Cachaça Famosinha de Minas, Buriti e Dona Branca, a
Jambucana é uma aguardente especial que oferece ao paladar uma experiência marcante, unindo com singularidade
sabores tipicamente brasileiros. De coloração amarelo dourado, intenso e brilhante, esta bebida destaca-se por sua leveza, equilíbrio e refrescância. É uma mistura a base de melado de cana e cachaça com o toque exótico
do jambu amazônico, erva de origem indígena comum na culinária da região Norte e muito conhecida
pelo seu efeito quase anestésico. Com graduação alcoólica de 30%, sua receita partiu do chef Dedé Parente e foi desenvolvida a quatro mãos com o master blender Armando Del Bianco. Sua degustação imprime uma sensação
única de dormência e frescor na língua. Em menos de um mês após o lançamento, no final de 2015, já estava entre as dez cachaças mais desejadas e vendidas do Brasil segundo o site Cachaçaria Nacional.

jambucana
O produto pode ser adquirido pelos e-commerces: Savana Cachaças (www.savanacachacas.com.br), Cachaçaria Nacional (www.cachacarianacional.com.br) e Cachaça Express (www.cachacaexpress.com.br).


Reportagem completa

A reportagem sobre essas bebidas especiais faz parte da seção “For Export” publicada na última edição, que destaca ainda:
– uma prévia com destaques da Expocachaça e Brasil Bier;
– as cervejas e cervejarias premiadas no Festival de Blumenau;
– destilados brasileiros premiados em Berlim e na China;
– vinhos brasileiros e espumantes de destaque na França e no principal guia sul-americano;

Para acessar a edição on-line interativa,  que contém áudios e vídeos, é só clicar abaixo

Capa_3aedicaoleve

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

15 − dois =

Simplesmente no topo das avaliações

Cerveja Brasileira Conquistando o Mundo

Linha excepcional

Entre os melhores destilados do mundo

Entre as Melhores do Continente e do Mundo

O verdadeiro destilado ancestral brasileiro

Um toque a mais de excelência

Acesse na íntegra nossa última edição!

Espíritos especiais e brasileiros

Companheira de todos os momentos

Premiada na China, na Polônia …

7a. Edição: leia agora mesmo na íntegra!

Premiada internacional da ‘Capital do Chope’

Cachaça de Terroir

Em sinergia com a qualidade e inovação

Entre as melhores mundiais

Cerveja com Classe

Colecionadora de Medalhas