Revista Carta Premium

AS ESCOLHIDAS: a lista das 250 cachaças mais votadas na primeira fase do ranking da Cúpula e as 4 tops mais apreciadas no Cacharitiba 2017

 Extra!

AS ESCOLHIDAS: a lista das 250 cachaças mais votadas na primeira fase do ranking da Cúpula e as 4 tops mais apreciadas no Cacharitiba 2017

AS ESCOLHIDAS: a lista das 250 cachaças mais votadas na primeira fase do ranking da Cúpula e as 4 tops mais apreciadas no Cacharitiba 2017
novembro 30
02:33 2017

Divulgado ainda na primeira quinzena do mês, o resultado da primeira fase do III Ranking Cúpula da Cachaça listou, por meio de Voto Popular, as cachaças mais bem quistas pelo público de todas as regiões do País. Foram registrados os votos de mais de 43 mil pessoas, que indicaram mais de 1.100 opções de sua preferência. E dessas, as 250 mais bem votadas passarão agora por um crivo de 40 especialistas, que indicarão as 50 melhores, as quais entrarão para a última fase de degustação às cegas, programada para o início do próximo ano. No final dessa reportagem você pode conferir um a um os 250 selecionados. Tanto no site da Cúpula quanto na página do Facebook você pode acompanhar todas as últimas informações do evento.

Antes mesmo do Ranking da Cúpula trazer essa ótima lista de preciosidades queridas pelo público – o que pode ajudar você, profissional de A&B, a escolher as melhores para a carta do seu empreendimento -, um evento em outubro, em Curitiba, no PR, serviu de primeiro parâmetro para apontar cachaças cuja qualidade conquistam rapidamente o paladar dos apreciadores: o Cacharitiba, em sua 6a. edição, organizada pela distribuidora e e-commerce Vô Milano.

Cacharitiba 2017

Sob coordenação do especialista em bebidas Renato Frascino e com o apoio da Confraria Paranaense da Cachaça, nesse ano o público que compareceu ao Mercado Municipal da capital paranaense, onde foi realizado o evento, pode participar de uma degustação às cegas na qual avaliou e votou naquelas mais apreciadas.

E por que estamos fazendo um paralelo dos dois resultados? Primeiro porque ambos são o “feedback” do paladar do público e porque justamente as 4 cachaças eleitas pelo público em Curitiba, um mês antes da divulgação dos harmonieselecionados no Ranking da Cúpula, também estão na lista das 250 melhores do País, o que ratifica a sua preferência espontânea dos apreciadores e do público final.

Vamos às indicações do Cacharitiba 2017:

Categoria Cachaça em Carvalho
Vencedora: Sebastiana Carvalho. Produzida pelo Alambique Santa Rufina, de Américo Brasiliense, no interior paulista, esse rótulo está disponível nas versões Carvalho Single Barrel e a Carvalho Blend, lançada há pouco tempo. A primeira é envelhecida por pelo menos três anos em barris de Carvalho Americano de primeiro uso. Tem aroma suave e adocicado, com camadas elegantes de caramelo e baunilha. No paladar, notas de frutas secas, coco e madeira dão a esta cachaça a maciez aveludada. Já a versão Blend tem leve toque de madeira que permite destacar o delicioso sabor da cachaça.

Categoria Cachaça em Amburana (Umburana)
Vencedora: Harmonie Schnaps. Produzida por Leandro Augusto Hilgert, o qual sua família foi pioneira em elaborar cachaça artesanal na região, de Harmonia, no RS, é uma cachaça artesanal, e que passa por um rigoroso controle de qualidade e rastreabilidade, que inicia na lavoura da cana (orgânica) até a venda final do produto, sendo que todo este processo é aferido e certificado pelo Inmetro. Uma curiosidade: a fermentação do caldo de cana (garapa) ocorre através de leveduras selecionadas importadas, que garantem suas propriedades e aromas singulares, resultando em um produto sofisticado.

Categoria Outros Madeiras
Vencedora: Casa Bucco Bálsamo. Orgânica, com graduação alcoólica de 38%, e envelhecida por 3 anos em bálsamo, essa cachaça apresenta maciez e aroma bem característico da madeira. Harmoniza bem com pratos da culinária, brasileira bem como frutas tropicais, embutidos e queijos especiais. Localizada no Vale das Antas, no RS, a Casa Bucco oferece um complexo turístico com restaurante e pousada para visitação, na qual é oferecida degustação gratuita dos produtos.

Casa Bucco - Parceiro Carta Premium

Categoria Prata
Vencedora: Matuta Cristal. Originária de Areia Branca, na PB, é oferecida também em garrafas de 1 l e versões em lata de 270 ml, com graduação alcoólica de 40%. É uma cachaça bidestilada, que descansa em barris de inox, excelente para produção de drinques e coquetéis variados. É também ótima para degustação pura e elaboração dos mais variados pratos.

As 250 eleitas

Confira a seguir as 250 cachaças mais votadas na primeira fase do ranking da Cúpula da Cachaça. Muitas dessas aroma da serraempresas foram destaques em reportagens especiais da Carta Premium e estão sublinhadas para que você conheça em detalhes:

– 51, 51 Singular, 51 Rara e 51 Única,  produzidas pela Cia. Muller, de Pirassununga, SP (a Carta Premium foi a primeira revista a destacar as novidades em nossa primeira edição. CLIQUE AQUI e leia na integra)
– Abaíra Ouro e Abaíra Prata, da Chapada Diamantina, BA
– Alpha Prata e Alpha Umburana, de Boa Esperança, MG
– Aroma da Serra Carvalho, Aroma da Serra Cristal e Aroma da Serra Umburana, de Areia, PB
– Arretada, de Sobrado, PB
– Áurea Custódio 5 anos, de Ribeirão Pires, MG
– Authoral, de Brasília, DF
– Bandeira Branca, de Mamanguape, PB
– Barão Dourado Carvalho, Barão Dourado Umburana e Barão Dourado Tradicional, de Sta. Maria Madalena, RJ
– Barra Velha Prata e Barra Velha Premium, de Campos, RJ
– Bassi Ouro e Bassi Prata,  da Bassi, de Sta. Mariana, PR (a Bassi foi entrevistada em nossa edição especial Carta Premiata, com as cachaças mais premiadas em 2016. CLIQUE AQUI e confira)
– Blumenau Frida, Blumenau Fritz, Blumenau Prata, de Blumenau, SC
– Boa Luz Ouro, de Laranjeiras, SE
– Boazinha, de Salinas, MG
– Buchmann 12 Anos, de Pres. Lucena, RS (a Buchmann foi um dos destaques de nossa penúltima edição. CLIQUE E VEJA agora mesmo a reportagem – página 102)
– Caboclinha Donzela e Caboclinha Senhora, de Toledo,  MG
cachaça catarina- Cana & Lua Ouro e Cana & Lua Prata, de Alterosa, MG
– Canarinha, de Salinas, MG. (Visitamos a Canarinha em julho e destacamos em reportagem especial em nossa última edição. CLIQUE e veja na íntegra – página 18)
– Capotira Ouro, de Vargem Grande, MA
– Caraçuípe Extra Premium, Caracuípe Ouro, Caracuípe Prata, de Campo Alegre, AL
– Casa Bucco Amburana, Casa Bucco Bálsamo e Casa Bucco Envelhecida Carvalho, de Bento Gonçalves, RS (Multipremiada em 2016, a Casa Bucco teve entrevista exclusiva na edição especial Carta Premiata. CLIQUE AQUI)
– Castelo Branco, de Campo Alegre, GO. (Não conhece ainda a Castelo Branco? Com exclusividade, destacamos a empresa em nosso primeiro Guia de Bolso, o Bar de Bolso, com direito a dicas de harmonização. CLIQUE E LEIA – páginas 28 a 30)
– Catarina Branca, Catarina Reserva e Catarina Única, de Dracena, SP
– Cavalo de Ouro, de Barbacena, MG
– Cedro de Líbano, de S. Gonçalo Amarante, CE
– Cipó da Serra Amburana, de Itaverava, MG
– Claudionor, de Januária, MG
– Cobiçada da Paraíba Umburana e Cobiçada de Minas Prata, de São Gonçalo do Bação, MG
– Colombina 10 anos, Colombina 3 anos e Colombina Chita, de Alvinópolis, MG
– Companheira Extra Premium e Companheira Imburana, de Jandaia do Sul, PR. (Pelas inúmeras medalhas recebidas nos últimos anos, entrevistamos a Companheira em diversas oportunidades. CLIQUE AQUI e veja Companheira extra premiumreportagem sobre visita exclusiva nossa à inauguração da loja boutique da empresa – página 9)
– Coqueiro Carvalho, Coqueiro Prata e Coqueiro Tradicional, de Paraty,    RJ
– Da Pedra, de Pedralva, MG
– Da Quinta Amburana, Da Quinta Branca e Da Quinta Carvalho, de Carmo, RJ
– Da Tulha Edição Única 2017, Da Tulha Ouro e Da Tulha Prata, de Mococa, SP
– Dama da Noite (8 anos) e Dama da Noite Jatobá, de Crucilândia, MG
– De La Vega, de Ouro Branco, MG
– Dom Bré Amburana, Dom Bré Carvalho e Dom Bré Jequitibá, de Guarani, MG
– Dom Roque Ouro, de Vargem, SP
– Engenho D’Ouro Carvalho, Engenho D’Ouro Jequitibá e Engenho D’Ouro Prata Inox, de Paraty, RJ (Também colecionadora de prêmios, a Engenho D’Ouro foi destaque de reportagem. LEIA AQUI)
– Engenho do Coronel Ouro e Engenho do Coronel Prata, de Taquaruçu de Minas, MG
– Engenho Pequeno, de Pirassununga, SP
– Engenho São Luiz Extra Premium e Engenho São Luís Amendoim, de Lençóis Paulista, SP
– Engenhosa Soleira, de Mal. Floriano, ES
– Espírito de Minas, de São Tiago, MG
– Estação Coqueiros Prata, de Nazareno, MG
– Fabulosa Premium, de Salinas, MG

cachaça fabulosa
– Gavena Ouro, de Itupeva, SP
– Germana Heritage***, de Nova União, MG
– Gregório Branca, de Alagoa Grande, PB
– Harmonie Schnaps Amburana, Harmonie Schnaps Blend e Harmonie Schnaps Prata, de Harmonia, RS
– Havana/Anísio Santiago, de Salinas, MG
– Havaninha, de Salinas, MG
– Heats Brasil Jequitibá, Heats Brasil Carvalho e Heats Brasil Clássica, de Paraíso, SC
– Indiazinha Ouro e Indiazinha Prata, de Abaetetuba, PA
– Ipamerina, de Campo Alegre, GO
– Ipueira Umburana, de Areia, PB
– Itupeva Carvalho, Itupeva Cristal e Itupeva Umburana, de Itupeva, SP (Há poucos meses visitamos a sede da Itupeva e trouxemos uma reportagem completa. CLIQUE AQUI – página 15)
– JJ, de Alfredo Chaves, ES
– João Mendes Opinião, João Mendes Ouro e João Mendes Prata, Perdões, MG
– Labareda, de Paraty, RJ
– Leandro Batista, de Ivoti, RS
– Leblon, de Patos de Minas, MG
– Limoeiro Umburana, de Feira da Mata, BA

Cachaça Limoeiro
– Lourinha, de Coqueiral, MG
– Magnífica Reserva Soleira e Magnífica Carvalho, de Vassouras, RJ
– Mais Uma Premium, de Domingos Martins, ES
– Maria Andante, de Passa Quatro, MG
– Maria João Branca, Maria João Envelhecida e Maria João Premium, de Santa Rosa, RS (CLIQUE AQUI e veja reportagem sobre a empresa, em nossa última edição, página 106)
– Matriarca Bálsamo, Matriarca Umburana e Matriarca Jaqueira, de Caravelas, BA
– Matuta Amburana e Matuta Cristal, de Areia, PB
– Mel de Minas, de Paaopeba, MG
cachaça murano- Melicana Amburana e Melicana Tradicional, de Bom Despacho, MG (A premiada Melicana também foi destaque em nossa penúltima edição – página 105)
– Middas Reserva, de Adamantina, SP
– Murano Amburana e Murano Jequitibá, de Itaverava, MG
– Nascente Velho Chico, de Piumhi, MG
– Nega Fulô Carvalho, de Nova Friburgo, RJ
– Nobre, de Sobrado, PB
– Ouro 1 Carvalho, Ouro 1 Edição Especial e Ouro 1 Velha, de Papagaio, MG (Leia reportagem exclusiva sobre a empresa, CLIQUE AQUI)
– Ouro Mineiro Amburana, de Itamonte, MG
– Palato Gourmet, de Onça do Pitangui, MG
– Paramirim Ouro e Paramirim Prata, de Paramirim,    BA
– Paratiana Ouro e Paratiana Prata, de Paraty, RJ. (Reconhecida e premiada internacionalmente, a Paratiana também foi tema de reportagem exclusivíssima nossa. CLIQUE AQUI e veja)
– Chapelão Ouro, de Domingos Martins, ES
– Pardin 3 Madeiras, de Camanducaia, MG (Também fomos um dos primeiros veículos a destacar a Pardin, lançada em 2017. Ela também foi destaque no guia de bolso Bartender Pro. CLIQUE AQUI e veja mais – página 10)
– Patrimônio, de Pirassununga, SP
– Paulista Ouro e Paulista Prata, de Mairinque, SP
– Penhalonga Prima Ouro    e Penhalonga Prima Prata, de Chiador, MG
– Pitu Adoçada, de Vitória de Sto. Antão, PE
– Poço da Pedra Bálsamo, Poço da Pedra Jequitibá Rosa e Poço da Pedra Pura, de Caculé, BA
– Porto Morretes Premium, de Morretes, PR
– Prazer de Minas Unlimited, de Esmeraldas, MG
– Princesa Isabel Jaqueira, Princesa Isabel Aquarela e Princesa Isabel Ouro, de Linhares, ES
13935016_1299278210084606_5166113375514225139_n- Prosa Mineira Carvalho e Prosa Mineira Clássica, de Sta. Rita de Caldas, MG
– Quinta das Castanheiras Amburana, Quinta das Castanheiras Carvalho Francês e Quinta das Castanheiras Prata Clássica, de Camanducaia, MG (Premiadíssima em 2017, também conversamos com a Quinta das Castanheiras. VEJA AQUI a empresa em destaque no guia Tour de Bolso – página 14)
– Rainha da Lavoura Premium, de Coqueiral, MG
– Reserva do Nosco 10 Anos, Reserva do Nosco 5 Anos e Reserva do Nosco Branca, de Resende, RJ (Mais que uma entrevista trouxemos um depoimento apaixonado do empreendedor da Reserva do Nosco em nossa edição especial Carta Premiata. CLIQUE AQUI e leia)
– Rio do Engenho Reserva e Rio do Engenho Bálsamo, de Ilhéus, BA
– JP, de Itupeva, SP . (VEJA AQUI o Alambique JP em destaque em nosso guia Bartender Pro de Bolso – página 16)
– Rio do Engenho Prata, de Ilhéus, BA
– Rui do Carrinho Prata, de Cachoeira Paulista, SP
– Salinas, de Taiobeiras, MG
– Saliníssima, de Salinas, MG (A Saliníssima também fez parte do nosso Guia Bartender Pro de Bolso. LEIA MAIS, clique aqui – página 16)
– Samanaú Carvalho, Samanaú Louro Canela e Samanaú Prata, de Caicó    RN
– Sanhaçu Freijó, Sanhaçu Carvalho e Sanhaçu Umburana, de Chã Grande, PE
– Santa Rosa Exclusive XIV, Santa Rosa Intense IV e Santa Rosa Special VIII, de Valença, RJ
– Santa Terezinha Artes e Santa Terezinha Sassafrás, de  Mal. Floriano , ES . (Destaque de Capa de nossa penúltima edição, a Santa Terezinha também nos cedeu uma excelente entrevista. LEIA AQUI – página 96)
– Santo Grau Itirapuã, Santo Grau Solera Cinco Botas e Santo Grau Solera PX, de Itirapuã, SP
– Santo Mário Ouro e Santo Mário Prata, de Catanduva, SP
– São Paulo Amburama e São Paulo Cristal, de Cruz Espírito Santo, PB
– Sapequinha, de Sobrado, PB
– Sebastiana Castanheira, Sebastiana Carvalho e Sebastiana Cristal, de Américo Brasiliense, SP. (Nesse último ano, tivemos a grata felicidade de visitar o Alambique Santa Rufina, produtor da Sebastiana, e cobrir lançamentos de destaque antes mesmo de serem premiados. VEJA AQUI uma reportagem especial)
– Século 18 Rótulo Azul, de Cel, Xavier Chaves, MG
– Seiva da Cana Clássica e Seiva da Cana Jequitibá, de Paraíso, SC
– Seleta, de Salinas, MG

Tellura-BM
– Senhora Ouro e Senhora Prata, de Santana, BA
– Serra das Almas Prata e Serra das Almas Ouro, de Rio de Contas, BA
– Serra Limpa, e Duas Estradas, PB
– Serra Preta, de Alagoa Nova, PB
– Supremacia, de Urandi, BA
– Tabúa Bálsamo, de Taiobeiras, MG
– Tapinuã dos Reis Ouro e Tapinuã dos Reis Prata, de Silva Jardim, RJ
– Taverna de Minas Carvalho, Taverna de Minas Amburana e
Taverna de Minas, de Itaverava, MG
– Tellura Amburana e Tellura Prata, de Campos, RJ (Medalhista de 2017, a Tellura também foi destaque em reportagem exclusiva. CONFIRA AQUI)
– Terra de Ouro Bálsamo, de Salinas, MG

terrra de ouro limpa

– Tiara Rainha e Tiara Tradicional, de Barra Longa, MG . (CONFIRA CLICANDO AQUI, na página 126 de nossa última edição, matéria especial sobre a Tiara)
– Tiê Ouro e Tiê Prata, de Aiuruoca, MG . (A Tiê é uma jovem e especialíssima cachaça, também entrevistada com exclusividade pela Carta Premium.  LEIA CLICANDO AQUI reportagem exclusiva)
– Tiziu Jaqueira, Tiziu Única e Tiziu Virgem de Salinas, MG
– Triumpho Branca Tradicional e Triumpho Envelhecida Carvalho, de Triunfo, PE
vecchio ALbano- Corisco Prata, de Paraty, RJ
– Turmalina da Serra Carvalho, Turmalina da Serra Branca    e Turmalina da Serra Freijó, de Areia, PB
– Companheira Prata, de Jandaia do Sul, PR (CLIQUE AQUI e veja mais dessa empresa premiadíssima)
– Umas e Outras, de Ivoti, RS
– Unser Schnaps Extra Premium e Unser Schnaps Prata, de Pres. Lucena, RS
– Vale Verde 12 anos, Betim, MG
– Vecchio Albano Envelhecida e Vecchio Albano Extra Premium, de Torrinha, SP
– Velho Pescador Carvalho, de Ivoti, RS
– Volúpia Freijó, de Alagoa Grande, PB
– Weber Haus 7 Madeiras, Weber Haus Amburana, Weber Haus Bálsamo e Weber Haus Extra Premium Lt. 48, de Ivoti, RS (A Weber Haus, com uma extensa linha de produtos premiados, também não ficou de fora de nossas reportagens. CLIQUE AQUI e conheça em detalhes)
– Werneck Ouro e Werneck Safira Régia, de Rio das Flores, RJ (Especial e premiada, a Werneck também foi destaque no portal e em nossa última edição. VEJA AQUI – páginas 83, 128  e 131)
– Wiba Blend Carvalho, Wiba Branca e Wiba Umburana, de Torre de Pedra, SP (Saiba mais sobre a Wiba!, que tem rótulos premiados em 2017. CLIQUE AQUI)
– Ypióca Ouro, Ypióca 150 e Ypióca 5 Chaves, de Maranguape, CE
– Zé Maria, de Heliodora, MG (A tradicionalíssima, premiada e referência Zé Maria foi uma das recém-entrevistadas por nossa equipe. CLIQUE AQUI)

*** NOTA DA CÚPULA: Por solicitação da sra. Dirlene Pinto, representante da marca Germana, a cachaça Germana Heritage foi retirada da lista das ‘250 Cachaças Mais Queridas do Brasil’.

Ze-Maria-BM

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

15 + três =

Cerveja para paladares exigentes?

Entre as melhores mundiais

Harmoniza com a excelência

Para os melhores empreendimentos

Cachaça paulistana?

Somente nos Melhores Bares

LInha excepcional

Destilado único e especial

Cerveja Premiada para sua Carta?

Requinte, Exclusividade, Alta Qualidade

Referência do Nordeste

Cervejaria de Excelência

Rótulos singulares

Entre os melhores do Brasil!

Nobreza Premiada

Vinhos aprovados por especialistas

Conheça e comprove a excelência

No lista TOP brasileira

Pronta para servir e conquistar

Uma geração de qualidade

Vinhos de primazia

Especialíssima

Padrão de qualidade

Não podem faltar na carta

Produtos mais do que especiais

Do interior paulista

Unicamente brasileira

Câmaras Frias Especiais